As expectativas eram altas em torno do leilão da obra “Devolved Parliament” (2009), do polêmico e anônimo artista britânico Banksy, que representa o parlamento da Grã Bretanha formado por primatas. A obra foi arrematada por nada menos do que 12 milhões de dólares, na última quinta feira (03/10), um valor extraordinário quando comparado à estimativa de US$2.5 milhões. Além de ser um recorde pessoal para Banksy, a notícia vem reforçar o bom momento do artista, que também acaba de inaugurar uma loja. Chamada “Gross Domestic Product“, a nova instalação é composta de uma vitrine cheia de mercadorias – essa seria a melhor palavra para descrever os conjuntos de camisetas, miniaturas, brinquedos, esculturas e outros objetos entre obras e produtos. Entre os itens expostos é possível identificar diversas imagens recorrentes na produção de Baksy, como a garota com um balão ou imagens de refugiados.

Na vitrine também lê-se um cartaz que explica que a “loja” é resultado de uma disputa judicial, depois que uma companhia que fabrica cartões comemorativos tentou registrar o nome Banksy como marca. Os advogados do artista recomendaram que ele passasse a vender produtos com sua marca como forma de manter o direito sobre o nome. A instalação foi criada para ser vista apenas do lado de fora, e os itens serão vendidos online em algumas semanas, com valores que começam em £10.

Compartilhar