Quem estiver em Bogotá para a ARTBO 2018 poderá desfrutar não apenas da feira de arte e suas muitas atrações, mas também de uma série de mostras e eventos paralelos.

O ARTEQUEACONTECE preparou um roteiro com 5 exposições e lugares imperdíveis para você visitar na capital colombiana!

 

1. FLORA ars+natura

Esse espaço independente de arte contemporânea explora a relação entre arte e natureza. FLORA tem como foco a produção a partir de residências artísticas ou de projetos comissionados. Há três mostras em cartaz durante a semana da feira: The Scavenger, de Rodrigo Toro; Dulce Tumaco; e Infinito, de Ana María Devis. Esta última mostra é  resultado de um processo iniciado durante sua residencia na Escuela FLORA. Devis construiu um inventário de imagens a partir da descoberta de uma cultura de resistência expressa por meio das tranças nos penteados da cultura afro-descendente em Palenque, Bolívar. De acordo com mitos locais, os padrões eram mapas de fuga que possibilitaram a divulgação de vias de escape durante a escravidão.

Visitação: segunda a sexta, 14h-18h.
Como chegar: Calle 77 # 20C-48 Bogotá, Colombia.

 

2. Museo de Arte Moderno de Bogotá

A missão do MAMBO é ser um espaço pluri-cultural e dinâmico que investiga, comunica e expõe seu patrimônio cultural e as diversas manifestações da arte moderna e contemporânea. O objetivo do museu é gerar experiências significativas e processos de aprendizagem que contribuam com a transformação social. Nesse espírito, a mostra em cartaz “El arte de la desobediencia” leva-nos a olhar para a emergência da arte contemporânea na Colômbia por meio da coleção do museu com uma seleção de mais de 100 obras produzidas entre 1965 e 1984. Este período foi marcado por uma quebra com o modernismo que permitiu importantes transformações nas práticas artísticas, nos territórios das artes e nas ideias como obras em si.

Visitação: terça a sábado, 10h-18h; domingo, 12h-17h.
Como chegar: Calle 24 #6 – 00, Bogotá. Ingressos: $10.000

 

3. Arkhé: Archivos de Arte Latinoamericano

A Fundación Arkhé: archivos de arte latinoamericano, nasceu em 2016 com o intuito de preencher uma lacuna na história da arte e no panorama dos arquivos e coleções de arte da Colômbia. A fundação apoia a aquisição, o resgate, a conservação e a consulta pública de um corpo documental produzido pelos diversos agentes do campo da arte: artistas, críticos, curadores e colecionadores – com ênfase nas produções periféricas ou marginais. Em cartaz desde agosto de 2018, a mostra “Una historia (no tan) rosa: Historia natural de homosexualidad, 1793-2016” parte da coleção “El Archivo Queer” da instituição, dedicado ao resgate de materiais relacionados ao ativismo, às práticas culturais e à vida privada da comunidade LGBTI.

4. Museo Nacional de Colombia

O Museo Nacional de Colombia foi criado em 1823, e é um dos mais antigos das Américas. Ele oferece a seus visitantes dezessete salas de exposição permanente, nas quais são exibidas mais de 2.500 obras e objetos. A instituição também organiza mostras temporárias, como a belísima “El joven maestro. Botero, obra temprana (1948-1963)”, um projeto que recorda o início da carreira de um dos mais célebres artistas do país. A exposição, que fica em cartaz apenas até 28/10, comemora os 70 anos do começo da produção artística de Botero e busca reconhecer a importante contribuição do pintor para a história da arte colombiana e universal. 

Visitação: terça a sábado, 10h-18h; domingo, 10h-17h.
Como chegar: Carrera 7 N. 28-66, Bogotá. Ingressos: $4.000

 

5. Plural Nodo Cultural

Plural Nodo Cultural é uma iniciativa de caráter autônomo que promove a arte contemporânea mediante projetos articulados com enfoque de inclusão e apoio mútuo entre os diferentes agentes do circuito artístico e cultural de Bogotá. O espaço independente é uma referência na cena artística do país, e propicia a experimentação criativa dos artistas. Entre os projetos promovidos no Plural estão a Cocina Plural, onde são realizadas ações que permitem resgatar e inovar sobre as tradições gastronômicas, o conhecimento e o consumo dos produtos agrículas do país; o Espacio Plural, que funciona como espaço expositivo; e um programa de cursos e formação para profissionais da arte e interessados em geral. Em cartaz estará a incrível mostra “SUR VECINO: Obras del Acervo Histórico Videobrasil”, uma exposição composta por uma seleção de vídeos que fazem parte do Acervo Histórico da Associação Cultural Videobrasil.

Como chegar: Calle 72a # 22- 62, Bogotá. Entrada gratuita.