O Sesc Belenzinho traz olhar provocador sobre a infraestrutura tecnológica global, com a mostra “Campos de Invisibilidade”. Com curadoria de Cláudio Bueno e Ligia Nobre, e assistência de Ruy Cézar Campos, a mostra reúne 23 trabalhos de 18 artistas nacionais e estrangeiros. As obras exploram aspectos da infraestrutura tecnológica ainda ignorados pela maioria dos proprietários de smartphones e computadores ao redor do mundo. De fato, quem já parou para pensar a respeito de temas tais como: de que países específicos partem os cabos de dados que abastecem nossas atividades digitais?; é mesmo imaterial a nuvem que armazena selfies e fotos de família?; quem decide a ordem dos resultados que aparecem para uma pesquisa na internet?

A exposição reúne fotografias, vídeos, áudios, mapas e instalações de artistas que questionam a imaterialidade das tecnologias digitais e o mito de um mundo imaterial, expondo as manifestações físicas dessas estruturas. Para os curadores, à medida que as tecnologias digitais se tornam tão presentes em nosso cotidiano, como a água ou a eletricidade, o debate sobre ela, e seus mecanismos de controle e exploração da vida e da terra, se torna igualmente necessário.

Campos de Invisibilidade
Abertura: 
08/11, 20h (com performance de Aretha Sadick)
Visitação: até 03/02/19; terça a sábado, 10h-21h; domingo, 10h-19h30
Sesc Belenzinho: Rua Padre Adelino, 1.000, São Paulo. Entrada gratuita