O Centre Pompidou, principal instituição de arte contemporânea da França, abre hoje a exposição Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922), uma celebração das vanguardas russas. Há cem anos, Chagall havia sido nomeado comissário de belas artes da cidade de Vitebsk, hoje parte da Bielorrússia, e logo fundou uma escola de arte, marcando um período de efervescente atividade cultural na cidade. Entre os artistas que convidou para lecionar estavam Lissitzky e seu mentor, Malevitch, criador do Suprematismo.

A mostra apresenta estas três figuras fundamentais ao lado de professores e alunos que passaram pela escola: Vera Ermolaeva, Nicolai Suetin, Ilya Chashnik, Lazar Khidekel e David Yakerson, entre outros. Por meio da conjunção inédita de 250 trabalhos e documentos, este evento ilumina pela primeira vez os anos pós-revolucionários, quando, longe das metrópoles russas, a história da arte passou a ser escrita também em Vitebsk.

Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922)
Curadoria: Angela Lampe
Abertura: 28/03/18
Visitação: até 16/07/18; todos os dias, 11-21h; quinta-feira até às 23h
Centre Pompidou: Place Georges Pompidou, 75004, Paris. Ingressos: €14 (inteira), €11 (meia)