A EXPO Chicago tem se firmado como uma das feiras de arte em ascensão de maior destaque nos Estados Unidos! Por isso, o ARTEQUEACONTECE preparou um roteiro pelas melhores instituições da cidade, imperdível!

 

Art Institute Chicago

Fundado em 1879, o Art Institute Chicago é um dos mais importantes museus do mundo, com coleções extraordinárias e exposições temporárias de muita qualidade – é um dos pontos que todo visitante de Chicago precisa conhecer. Atualmente diversas exposições estão em cartaz. Primeiro, Eleanor Antin: Time’s Arrow traz a obra de uma pioneira e provocadora artista desde 1960. Antin desestabiliza astutamente a autoridade e objetividade de documentos através de uma variedade de mídias – fotografia, performance, vídeo e escrita. Seu trabalho feminista de referência, CARVIN: A Tradicional Sculpture(1972)– parte da coleção do instituto – compreende uma grade de 148 fotografias que sequencialmente capturam a jornada da artista para perder quase cinco quilos num período de 37 dias. Outra bela mostra é In a Cloud, in a Wall, in a Chair: Six Modernists in Mexico at Midcentury, que mostra o impacto transformador de um país no trabalho de seis artistas e designers visionários: Clara Porset, Lola Álvarez Bravo, Anni Albers, Ruth Asawa, Cynthia Sargent e Sheila Hicks, nunca antes exibidos juntos. Por fim, não deixe de ver PHOTOGRAPHY + FOLK ART: Looking for America in the 1930s, mostra que conecta os impulsos gêmeos de coletar o passado e registrar o presente, examinando as raízes  da fotografia documental e da arte folclórica e revelando como os campos foram moldados no início do século XX.

Visitação: todos os dias, 10h30-17h
Endereço: 111 South Michigan Avenue, Chicago. Ingressos: US$25.

 

Museum of Contemporary Art Chicago

Fundado em 1967 como uma Kunsthalle, ou um espaço expositivo sem coleção, o MCA é hoje um dos maiores museus dedicados à arte contemporânea. Desde 1974 a instituição passou a colecionar e preservar a produção contemporânea como parte de sua missão, criando um acervo permanente que hoje conta com mais de 2000 peças. Atualmente em cartaz está uma instalação baseada em dança de Brandan Fernandes, parte do projeto Commons Artist Project, intitulada “A Call and Response”. A obra explora as maneiras como a sociedade vê e valoriza diferentes tipos de corpos. Além disso, o museu traz “Prisoner of Love”, exposição do aclamado artista e cineasta Arthur Jafa que exibe o filme Love Is The Message, The Message Is Death: montagem multicamada de sete minutos sobre a experiência de viver nos Estados Unidos. O vídeo conta a história de trauma e transcendência em uma enxurrada de imagens – de discursos históricos de Martin Luther King Jr. e barack Obama, a clipes dos ícones culturais Beyoncé e Notorious B.I.G., a flashes de shows, filmes caseiros, notícias, vídeos de músicas e jogos esportivos – tudo isso em um hino inspirado no evangelho. Por fim, entre outras atrações do museu, está a mostra “Chicago Works: Assaf Evron”, a primeira individual de Assaf Evron (israelense, b. 1977) nos EUA. Ocorrendo simultaneamente à Bienal de Arquitetura de Chicago, a exposição apresenta obras novas e recentes que residem no interstício da arquitetura, ornamentação, lugar e imagem.

Visitação: terça a domingo, 10h-17h (terça e sexta, até 21h)
Endereço: 220 East Chicago Avenue, Chicago. Ingressos: US$15.

 

DePaul Art Museum

O DePaul Art Museum (DPAM) é uma instituição reconhecida mundialmente, e faz parte do campus da Universidade DePaul, no Lincoln Park. O museu tem uma coleção com mais de 3,500 objetos de arte moderna e contemporânea, e apresenta cerca de 10 exposições temporárias por ano. Atualmente em cartaz está a individual de Julia Fish, que usou sua casa e sua arquitetura vernacular – uma loja de Chicago projetada por Theodore Steuben em 1922 – como base para um sistema de mapeamento de cores, forma e luz em pinturas e trabalhos em papel. Julia Fish: bound by spectrum apresenta uma pesquisa da última década (2009-19) das pinturas e trabalhos em papel de Fish enquanto fornece novas bolsas de estudo em torno de seu projeto em andamento que reúne as disciplinas da pintura, desenho e arquitetura. Outra mostra de destaque é Remember Where You Are, que apresenta trabalhos de quatro artistas emergentes com base em San Antonio e Chicago que usam performance, escultura e têxteis para tornar visíveis narrativas não contadas de patrimônio e lugar, enquanto questionam práticas de exclusão e apagamento. Seus trabalhos são informados por camadas de histórias pessoais e públicas para imaginar novos métodos para navegar no mundo ao nosso redor. 

 

Smart Museum of Art

O Smart Museum of Art é parte da Universidade de Chicago, e foi fundado em 1974. A instituição é conhecida por sua rigorosa pesquisa sobre as questões contemporâneas por meio da arte e da prática artística, além de contar com uma programação extensa de exposições e recortes de sua coleção. Atualmente em cartaz estão 2 exposições: Samson  Young: Silver Moon or Golden Star, Which Will You Buy of Me? é a primeira mostra em museus do artista Samson Young, que traz pela primeira vez a trilogia de vídeos musicais animados que exploram diversos conceitos de progresso social e utopia. Já The Chicago Sound Show apresenta a extraordinária cena de arte sonora da cidade. Os artistas participantes criaram novas obras para serem expostas – tocadas – em lugares históricos e modernos pelo campus da Universidade de Chicago, incluindo Swift Cloister Garden, Campus North Residential Commons, Cobb Gate, Botany Pond, e o pátio do próprio Smart Museum of Art.

Compartilhar