A Fondation Louis Vuitton apresenta a primeira grande retrospectiva de Egon Schiele em Paris em 25 anos. A mostra inclui obras maiores do artista, como “Self-Portrait with a Chinese Lantern” (Autorretrato com Lanterna Chinesa, 1912), emprestada do Leopold Museum (Viena), “Pregnant Woman and Death” (Mulher grávida e a Morte, 1911), vinda da Národní gallery (Polônia), “Portrait of the Artist’s Wife Seated, Holding Her Right Leg” (Retrato da mulher do artista sentada, segurando a perna direita, 1917) emprestada pela Morgan Library & Museum (Nova York), e “Seated Male Nude” (Nu sentado, 1910) da Neue Galerie, em Nova York, entre outras.

A exposição reune mais de 100 trabalhos, entre pinturas, desenhos e guaches, ocupando mais de 600m2 da instituição. Organizada de maneira cronológica, a exposição acompanha o conceito de linha para Schiele e seu desenvolvimento durante sua curta carreira.