A partir de 25 de março, a Japan House São Paulo apresenta uma intervenção artística em sua fachada – que passa por uma manutenção programada -, em projeto especial do Estúdio Bijari. Inspirados pela cultura das lanternas e luminárias, a ação inédita faz alusão à estética das luzes das cidades japonesas e poderá ser vista até o dia 18 de abril.

Com desenho de luz de Wagner Freire, a intervenção conta com um padrão de cores e luzes combinadas em painéis quadriculados de LED, que acompanham os desenhos dos andaimes. “As diretrizes foram para a criação de algo poético, onde a luz, que é tão importante na cultura nipônica, ganhasse relevância neste momento, ao mesmo tempo em que se diferenciasse da estética da fachada para criar esse ponto de atenção”, comenta Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural da Japan House São Paulo, que convidou os artistas para o projeto.

O resultado da intervenção ressignificará o uso do andaime na fachada do centro cultural. “Para criar esta instalação e minimizar o impacto visual do trabalho que está sendo realizado, nos inspiramos nas características luzes das cidades japonesas e buscamos integrar a ação com o desenho arquitetônico já existente”, explica Gustavo Godoy do Estúdio Bijari, núcleo de criação em artes visuais e multimídia criado há 22 anos.

Compartilhar