A partir de 30/04, o Museu de Arte Moderna de São Paulo exibirá a instalação “Paisagem Moderna” da artista Leda Catunda. A atração faz parte do Projeto Parede, que ocupa o corredor entre o saguão do MAM e a Sala Milú Villela.

Leda Catunda, expoente da Geração 80, tem obras que extrapolam os limites entre a pintura e o objeto. O acervo do MAM conta com 18 peças da artista, incluindo paisagens feitas com técnica mista, que misturam materiais como: pelúcia, tecido renda, tinta acrílica, lona, entre outros. “Paisagem Moderna” é uma colagem de 15 x 3,40 metros, feita de tecidos impressos com desenhos e estampas criados pela artista e também com tecidos apropriados, como o que imita o piso de Copacabana.

A obra representa uma paisagem brasileira tal como era vista pelos artistas modernos como Portinari, Tarsila e Guignard, com a imagem de um país tranquilo, de natureza exuberante, ao mesmo tempo em harmonia com símbolos de progresso como a rodovia de alta velocidade ou o piso de Copacabana desenhado por Burle Marx. Há também uma referência a alegorias carnavalescas, com uma volumosa coluna de tecidos coloridos que divide as duas partes da parede. Representa assim o “sonho” moderno de um país ingênuo em ritmo de progresso.

Compartilhar