O poeta e artista da performance John Giorno, conhecido por ter protagonizado o icônico filme mudo de Andy Warhol (Sleep, 1963), faleceu no último fim de semana, aos 82 anos. Por toda sua carreira, Girono explorou e aniquilou os limites e barreiras entre arte e escrita, o que o levou a performar seus poemas e a colaborar com outros importantes nomes da arte contemporânea como  John Cage, Jasper Johns, Robert Rauschenberg, Trisha Brown e Carolee Schneeman.

 

Compartilhar