Ontem, 28/08, 200 membros de organizações de base e associações criadas para apoiar e combater a crise de opiáceos que assola os Estados Unidos organizaram um protesto em frente à sede do governo do estado. De acordo com o grupo ativista P.A.I.N., desde que o governador Andrew Cuomo assumiu o estado, 20.000 pessoas morreram em decorrência de overdose com narcóticos. Durante o protesto, que demandava mudanças nas políticas de prevenção e cuidado com usuários de drogas, 13 pessoas foram presas pela polícia de NY, incluindo a artista Nan Goldin, que fundou e lidera a P.A.I.N.

Compartilhar