A galeria Silvia Cintra + Box 4 apresenta a exposição “Papel de Aço”, da artista Iole de Freitas. Serão nove esculturas brancas, de pequeno e médio porte, que irão ocupar o espaço da galeria da mesma forma como ficaram no atelier da artista durante todo o processo de pesquisa, apoiadas apenas em compensados de madeira simples. A nova série é um desdobramento da exposição “O peso de cada um”, realizada pela artista no MAM do Rio de Janeiro em 20-5. Foi aí que Iole deixou as chapas de poliuretano com que vinha trabalhando há anos e se concentrou apenas no aço inox. O desafio da mostra na galeria realizar esculturas em uma escala bem menor das mostradas no museu, e propor uma nova relação com elas. Agora a obra não mais se relaciona com o espaço e com a arquitetura e sim com o próprio corpo da obra.

O começo dessa pesquisa foi feito com papéis vulgares, cartolinas, que Iole recortava e dobrava explorando as possibilidades do côncavo e do convexo. O passo seguinte foi transpor esse resultado para o alumínio, que já é um material mais grosso e pesado e posteriormente, já na calandra, reproduzir isso no aço, o material final da obra. Mas ainda faltava um elemento, a cor, que apareceu da necessidade da artista em trazer luminosidade e transparência para as esculturas. Com inúmeras camadas de pintura branca e lixa, Iole consegue reproduzir nas peças a luz, a sombra e a rugosidade do papel.

Papel de Aço
Abertura: 09/08, 19h
Visitação: até 15/09/18; segunda a sexta, 10h-19h; sábado, 12h-18h.
Silvia Cintra + Box 4: Rua das Acácias 104, Gávea, Rio de Janeiro