A partir de 1o de abril, a Galeria Nara Roesler apresenta duas novas exposições.

A primeira traz uma seleção dos trabalhos do suíço Philippe Decrauzat, o mais novo artista representado pela galeria brasileira. Nascido em 1974, Decrauzat se destaca pela criação de obras em que a abstração geométrica encontra cores vibrantes e forma variados meios de expressão como murais, instalações, filmes e esculturas.

Com curadoria de Matthieu Poirier, a mostra apresenta obras que dialogam com os movimentos concreto e neoconcreto e se inspiram na obra de grandes artistas cinéticos como Julio Le Parc e Abraham Palatnik. Ao mover-se no espaço, o corpo do espectador encontra armadilhas para o olhar, levando a uma experiência de percepção e especulação estética que se altera conforme o ângulo da visão e o movimento de cada indivíduo. Um exemplo é o trio de esculturas Les Perspecteurs, onde piramides descentradas e delgadas se projetam no solo de acordo com os vários pontos de vista.

Já o tríptico Black Paintings sugere o momento como um princípio básico de perspectiva, misturando os conceitos da pintura e da escultura. A exposição de Philippe Decrauzat na Nara Roesler mostrará ao público ideias renovadas sobre a geometria, perspectiva, rigor e minimalismo em criações monocromáticas em preto, vermelho, azul e branco que convidam o espectador a olhar duas vezes para a simplicidade das formas.

 

Já a mostra “Reflections on Space and Time”, realizada em parceria com a galeria francesa Kamel Mennour, traz obras de artistas como: Alicja Kwade, Anish Kapoor, Camille Henrot, François Morellet, Mohamed Bourouissa, Laura Vinci, Lucia Koch entre outros.

A exposição marca a 29a edição do projeto Roesler Hotel e conta com esculturas, instalações e pinturas que fazem refletir sobre o conceito de espaço e a fugacidade do tempo, interrogam sobre nosso entorno imediato, mas relfexões sobre espaço e tempo também derivam na auto-reflexão. Os trabalhos que utilizam o recurso de reflexões são o fio condutor da exposição, que também se desdobra para outras técnicas complexas.

O Roesler Hotel é uma iniciativa criada pela galeria em 2002 que promove diálogos entre as comunidades de arte nacionais e internacionais, convidando curadores e artistas para experimentar dentro do espaço da galeria. Desde 1999, Kamel Mennour apresenta uma interessante mistura de artistas consagrados da arte contemporânea e de jovens artistas promissores. Com três endereços em Paris e um em Londres, a galeria trará para São Paulo com exclusividade uma seleção de obras que trazem em comum engajamentos estéticos, sociopolíticos e de identidade.

Um exemplo é a artista polonesa Alicja Kwade. Suas esculturas e instalações concentram-se na subjetividade do tempo e do espaço. Kwade manipula materiais comuns como madeira, vidro e cobre através de processos químicos para explorar a efemeridade do mundo físico. Outro destaque é Camille Henrot, artista francesa autora de aquarelas que desafiam figuras de autoridade e que brincam com o imaginário coletivo.

O consagrado escultor indiano Anish Kapoor terá duas obras integrando a exposição: Mirror (Pagan Gold / Magenta Apple Mix 2) e Split (Oriental Blue to Burple) – criações esféricas que remetem ao reflexo dos espelhos, mas com curvaturas que criam novos formatos e visões, além de cores vivas que cativam o olhar.

Já o artista argelino Mohamed Bourouissa desloca cenas urbanas e personagens marginalizados para cenários e suportes inusitados, como na fotografia Foot Locker e e na série Windows, que traz retratos de homens emoldurados por janelas de carros como esculturas. “Esperamos que essa parceria com a Kamel Mennour resulte em uma troca constante entre os artistas brasileiros e internacionais, fomentando os dois mercados com novos nomes e oportunidades de negócios”, afirma Alexandre Roesler, diretor da galeria Nara Roesler.

artistas participantes: Abraham Palatnik, Alicja Kwade, Anish Kapoor, Ann Veronica Janssens, Artur Lescher, Bruno Dunley, Camille Henrot, Carlito Carvalhosa, Claude Lévêque, Dan Graham, Daniel Buren, Eduardo Navarro, François Morellet, Gina Pane, Hicham Berrada, Julio le Parc, Latifa Echakhch, Laura Vinci, Liam Everett, Lucia Koch, Marco Maggi, Marie Bovo, Mohamed Bourouissa, Not Vital, Paulo Bruscky e Tatiana Trouvé.

 

Philippe Decrauzat: Circulation
Curadoria:
Matthieu Poirier
Abertura: 01/04, 19h-22h
Visitação: até 01/06/19; segunda a sexta, 10h-19h; sábado, 11h-15h

Reflexões sobre espaço e tempo
Abertura: 01/04, 19h-22h
Visitação: até 11/05/19; segunda a sexta, 10h-19h; sábado, 11h-15h

Galeria Nara Roesler: Avenida Europa, 655, São Paulo. Entrada gratuita