10 artistas que retratam interiores

Mickalene Thomas

Mickalene Thomas, Tamika sur une chaise longue avec Monet, 2012,
Mickalene Thomas, Tamika sur une chaise longue avec Monet, 2012.

Os retratos em camadas, interiores e paisagens de Mickalene Thomas exploram a relação entre representação, identidade e gênero, proporcionando um espaço dinâmico para reflexão e celebração da da mulher. A artista enfrenta as questões do colonialismo, do racismo e do machismo ao retratar mulheres que emanam poder e altivez.

Carrie Mae Weems

Carrie Mae Weems, Kitchen Table Series

A série Kitchen Table, de Carrie Mae Weems, foi o estopim para que ela se tornasse uma das principais artistas de sua geração. Composta por 20 fotografias, representando Weems sentada à mesa da cozinha sob uma lâmpada, a série se estabeleceu como um trabalho fundamental da arte entre o passar do século XX para o século XXI. É uma poderosa reflexão sobre o ambiente doméstico e os relacionamentos na vida de uma mulher, vista a partir do espaço da cozinha, esfera na qual a mulher sempre foi colocada na sociedade patriarcalista.

Hulda Guzmán

Be Kind to Your Demons (Istanbul Cats), 2018 Hulda Guzmán
Hulda Guzmán, Be Kind to Your Demons (Istanbul Cats), 2018

Retratos e cenários feitos em acrílica sobre tela são os carros-chefe na obra de Hulda Gúzman. Ela é uma jovem artista que se envolve muito com a vanguarda, tendo um trabalho bastante transgressor, dono de sua própria irreverência e originalidade. Nos últimos dois anos, suas obras têm feito muito sucesso em feiras de arte, atraindo olhares também por sua proposta de fazer com que abracemos os nossos demônios. Recentemente, teve uma obras incorporada ao acervo do MASP.

Deana Lawson

Deana Lawson, Sons of Cush, 2016.

Os retratos feitos por Deana Lawson no ambiente doméstico são sempre cuidadosamente iluminados. A artista, que terá um espaço individual na Bienal de São Paulo, trabalha com gênero e raça, transformando o espaço doméstico interno em uma espécie de palco, onde retrata a vida de pessoas negras e suas relações familiares, amorosas, de amizade.

Cristina Canale

cristina canale, Sogra e quadros, 2010
Cristina Canale, Sogra e quadros, 2010

Nascida no Rio de Janeiro, a brasileira Cristina Canale vive hoje em Berlim. Suas pinturas que retratam ambientes domésticos estão sempre indo de encontro a figuras de um círculo familiar. As imagens trazem cenas muito cotidianas como um simples descansar em uma poltrona ou um momento relaxante ao tocar um piano, mas também retratam figuras posadas, mesmo animais de estimação.

Njideka Akunyili Crosby

Njideka Akunyili Crosby, Nwantinti, 2012

A artista nigeriana retrata várias fases de sua vida a partir do ambiente doméstico, desde sua infância no país africano até sua vida atual em Los Angeles, passando por diversas figuras de pessoas com quem se relacionou e se relaciona no decorrer do tempo. É quase uma regra que seus trabalhos estejam figurando em salas de estar ou quartos.

Malick Sidibé

Malick Sidibé, The whole family on a motorcycle, 1962,
Malick Sidibé, The whole family on a motorcycle, 1962,

Sidibé é conhecido por seus retratos em estúdio e por suas ousadas fotografias que capturaram a cena musical jovem que de Bamako, surgida após a independência do Mali em 1960. Seja no ambiente do estúdio fotográfico ou nas casas de show que atraiam um público muito arrojado e vivente, o fotógrafo sempre se preocupava em valorizar a estética do espaço nos seus cliques.

Tatiana Blass

Tatiana Blass, "Sala verde" | óleo sobre tela | 80x100cm | 2016
Tatiana Blass, Sala verde, 2016

A artista brasileira desenvolve trabalhos em diferentes formatos e suportes, sejam eles vídeos, esculturas ou instalações. Mas são em suas pinturas que os ambientes interiores são retratados de forma ainda mais encantadora. Nas pinceladas quase oníricas, ela desenvolve as estruturas das paredes, dos móveis e quase desaparece com as figuras humanas, que estão ali, sempre sendo acolhidas pelo espaço.

Liu Ye

Ye Liu, Daydream, 1997
Liu Ye, Daydream, 1997

As composições muito harmoniosas nas obras do artista chinês Liu Ye chamam muita atenção onde quer que estejam. Suas pinturas a óleo e acrílica em tela trazem figuras que lembram porcelana, trazendo uma impressão também escultórica às suas telas. Seus trabalhos são devolvidos a partir do olhar para os ambientes domésticos, muito introspectivos, mas passando por variados temas, com contrastes diversos.

Noah Davis

Noah Davis, Untitled, 2015.
Noah Davis, Untitled, 2015.

O artista Noah Davis faleceu muito precocemente, aos 32 anos de idade, em 2015. Em sua curta mas potente trajetória, retratou o ambiente doméstico a partir das relações familiares das famílias afroamericanas, muito próximos ao que é feito por Deana Lawson em suas fotografias. É visto até hoje como um jovem genial.