Adrian Piper: A Synthesis of Intuitions, 1965–2016

MoMA, Nova York

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O MoMA, em Nova York, abre no dia 31/03 a exposição “Adrian Piper: A Synthesis of Intuitions, 1965-2016”. A mostra ocupa integralmente o sexto andar do museu, apresentando 50 anos de produção – é a maior retrospectiva dedicada à artista, reunindo mais de 290 trabalhos, entre desenhos, pinturas, fotografias, instalações, vídeos e performances.

Essa é uma rara oportunidade de experimentar e envolver-se com uma obra tão variada quanto provocativa. “A Synthesis of Intuitions 1965–2016” tem como destaques peças seminais, como: pinturas inspiradas pelo uso de LSD; My Calling (Card) #1 e My Calling (Card) #2 (1986), cartões de visita em escala real que contêm textos que forçam o espectador a confrontar suas próprias tendências racistas ou sexistas; e What It’s Like, What It Is #3(1991), uma grande instalação que aborda estereótipos racistas.

Desde a década de 1960, a contundente artista e filósofa tem explorado as possibilidades instigantes da arte conceitual, desafiando nossas suposições sobre as estruturas sociais que moldam o mundo à nossa volta. Piper frequentemente faz uso de suas experiências profissionais e pessoais, lidando com questões de gênero, raça, xenofobia, etc.

A exposição é organizada por Christophe Cherix, Connie Butler, David Platzker, com assistência de Tessa Ferreyros.
[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=E5LUE0fFzgQ[/embedyt]

 

“Adrian Piper: A Synthesis of Intuitions, 1965-2016″
Abertura (preview para membros): 30/03, 10h30-16h
Abertura ao público: 31/03, 10h30-17h30
Visitação: até 22/07/18; sábado a quinta, 10h30-17h30; sexta, 10h30-20h
MoMA: 11 West 53 Street, Nova York, 10019 (entrada 18 West 54 Street). US$25 (meia US$14)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support