Ambiental: arte e movimentos

MuBE, São Paulo

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O MuBE (Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia) apresenta a mostra “Ambiental: arte e movimentos”. Com curadoria de Cauê Alves,  curador chefe do Museu, e Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, a exposição, que reúne trabalhos de 22 artistas, entre desenhos, pinturas, fotografias e instalações que dialogam direta e indiretamente com questões ecológicas, também abrirá espaço para que organizações socioambientais apresentem suas ideias e ações.

A coletiva traz obras de artistas como Alexandre da Cunha, Arthur Lescher, Brígida Baltar, Cláudia Jaguaribe, Dudi Maia Rosa, Luiz Zerbini, Pedro Motta e Rodrigo Bueno. A convite do MuBE, as organizações Fundação SOS Mata Atlântica, Greenpeace, Instituto Socioambiental (ISA), Fundação Pró-Tamar, Save-Brasil e WWF-Brasil ocupam a área externa do MuBE no dia da abertura e na tradicional feira dominical, trazendo uma série de ações ao longo do período expositivo.

A mostra tem como objetivo reafirmar o papel do Museu no debate das questões do meio ambiente. O MuBE nasceu da organização da sociedade civil, em pleno processo de abertura política no final da década de 1980, em defesa da qualidade de vida na cidade e da preservação do verde. “Temos enfatizado um olhar contemporâneo sobre a arte para ampliar o entendimento das pessoas sobre a ocupação do espaço e incorporando as expressões que dialogam com nosso ambiente”, afirma Cauê Alves.

Ambiental: arte e movimentos
Abertura: 31/08/19; 12h às 18h
Visitação: até 03/11/19; terça a domingo, 10h-18h
MuBE (Museu Brasileiro da Escultura e da Ecologia): Rua Alemanha, 221, São Paulo.
Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support