“Cine”, de Arnaldo Pappalardo (n. 1954), propõe uma reflexão sobre a ideia de movimento a partir de trinta obras inéditas que retratam situacões fisicamente instáveis. Ao contrário do que o título da mostra sugere, esta não inclui imagens em movimento, mas sim peças em suportes variados, desde impressões jato de tinta sobre papel algodão a livros impressos em tecido, pecas de resina epóxi com imagens encapsuladas, chapas de vidro fotográficas e fotogramas em “goma bicromatada”. Por ocasião da exposicão, o filósofo húngaro radicado no Brasil Peter Pál Pelbart (n. 1956) fará uma palestra no dia 22 de fevereiro, quinta-feira, às 19h.

Arnaldo Pappalardo: “Cine”
Abertura: 06 de fevereiro, terça, das 19h às 22h
Visitação: até 03 de marco de 2018; terca a sexta, 10h – 19h; sábado, 11h – 18h
Palestra de Peter Pál Pelbart: 22 de fevereiro, quinta-feira, 19h
Galeria Millan: Rua Fradique Coutinho, 1360, São Paulo. Entrada gratuita