Arquivo pessoal de Kara Walker está em grande mostra da artista na Suíça

A primeira grande exposição da artista no país traz mais de 600 desenhos do acervo em seu ateliê e também reúne algumas obras inéditas em grandes formatos

Tempo de leitura estimado: 2 minutos

A Suíça vai reabrir as fronteiras para brasileiros que estejam vacinados com as duas doses contra a Covid-19 a partir de sábado. As atividades culturais no país já seguem desde o início do mês de março e mais de 30% da população já foi completamente vacinada.

Um dos destaques da agenda cultural no país são os 600 itens do arquivo pessoal da pintora Kara Walker que podem ser vistos em uma exposição que acaba de abrir no Kunstmuseum Basel, o Museu de Belas Artes da Basileia, na Suíça. Esta é a primeira grande exposição da artista no país e pode ser visitada até o dia 26 de setembro. Esse arquivo, composto majoritariamente por desenhos que realizou nos últimos 28 anos, está em A Black Hole Is Everything A Star Longs To Be juntamente com trabalhos inéditos desta que é considerada uma das artistas contemporâneas mais importantes do mundo.

A artista trabalha com cenas bastante provocativas, que evocam reflexões acerca de questões como racismo, gênero, sexualidade e violência. Examinando a história americana da escravidão à presidência de Barack Obama, Walker não tem paciência para o politicamente correto e não propõe uma visão conciliatória do passado, em vez de estimular o espectador a questionar narrativas estabelecidas e mitos arraigados. Implacável em sua análise de conflitos que nunca foram resolvidos, ela examina a gênese das autoimagens coletivas, bem como sua própria identidade.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support