As melhores exposições de 2019

Em 2019 pudemos desfrutar de diversas mostras institucionais, em espaços independentes e em galerias que marcaram o circuito artístico brasileiro. Foi um ano dedicado às artistas mulheres no MASP e com importantes retrospectivas na Pinacoteca, de polêmicas com o Inhotim e pontuado por um Panorama do MAM com uma proposta muito diferente. O desmonte da cultura, por outro lado, pode ser sentido de maneira mais intensa, com o fim do Ministério da Cultura, limites nos aportes e apoios financeiros e novas ameaças de censura.

Neste cenário complexo, o ARTEQUEACONTECE analisou as principais exposições e selecionou as melhores do ano, em São Paulo e no Rio de Janeiro, em uma retrospectiva imperdível! Vem com a gente!

 

INSTITUIÇÕES

Cildo Meireles: Entrevendo, no Sesc Pompeia

– Anna Bella Geiger: Brasil nativo/Brasil alienígena, no MASP

Histórias das mulheres: artistas até 1900 + Histórias feministas: artistas depois de 2000, no MASP

– Ernesto Neto: Sopro, na Pinacoteca de São Paulo

Campo, no EAV Parque Lage

Franz Weissmann: o vazio como forma, no Itaú Cultural

O Tempo Mata – Imagem em movimento na Julia Stoschek Collection, no Sesc Avenida Paulista

– À Nordeste, no Sesc 24 de Maio

Artur Lescher: Suspensão, na Estação Pinacoteca

Antonio Bandeira, no MAM São Paulo

Fernanda Gomes, na Pinacoteca de São Paulo

– Claudia Andujar – A luta Yanomami, no IMS Rio

– Carlos Vergara – Prospectiva, no MAM Rio

 

Outros destaques:

Imagens de uma juventude pop – pinturas políticas e desenhos da cadeia, na Galeria Nara Roesler

Meta-Arquivo: 1964-1985 – Espaço de Escuta e Leitura de Histórias da Ditadura, no Sesc Belenzinho

Gretta Sarfaty: Dos nossos espaços vazios internos, na Central Galeria

Man Ray em Paris, no CCBB São Paulo

Melvin Edwards, no auroras

Anna Boghiguian: Conversations on limits and unlimits, na Galeria Mendes Wood DM

… às contas – Sonia Andrade, no MAM Rio

Marina Rheingantz & Mauro Restiffe: Rebote, na Fortes D’Aloia & Gabriel

Predição Instantânea do Tempo, no Pivô

Harun Farocki: quem é responsável?, no IMS Paulista

Anna Costa e Silva: E tudo me parece voo, na Galeria Superfície

36º Panorama da Arte Brasileira: Sertão, no MAM São Paulo

Rosana Paulino: Búfala, na Galeria Mendes Wood DM

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *