Expedições | Três quadrados amarelos | A Linguagem da Serpente

Galeria Karla Osório, Brasília

Tempo de leitura estimado: 2 minutos

A Galeria Karla Osorio apresenta três novas exposições: “Expedições”, individual do artista belo horizontino Bruno Duque; “Três quadrados amarelos”, individual de Gustavo Silvamaral; e “A Linguagem da Serpente”, individual de Rodrigo Garcia Dutra.

A primeira mostra tem curadoria de Wilson de Avellar e reúne 22 obras, sendo 18 pinturas em óleo sobre tela e 4 desenhos de pastel a óleo. São trabalhos desenvolvidos a partir de 2017, quando o artista, após concluir o mestrado na UnB, retorna à sua cidade natal. Revela produção ousada e instigante que partiu de pesquisas independentes, mas se complementam e abordam, em seu diálogo, um espectro muito amplo da história da pintura, apresentando os gêneros paisagem, retrato e natureza morta, além do uso de simbologia religiosa de origem africana. A pintura de Bruno Duque em “Expedições” dialoga com as mais tradicionais formas representações, levando-as adiante, em alguma direção que se faz visível.

“Três quadrados amarelos” é a intervenção proposta pelo artista Gustavo Silvamaral para área externa da galeria. No trabalho é composto de três painéis, em muros distintos, apresentando diversos elementos da pesquisa do artista que vem se desdobrando em uma série de ações, objetos, instalações, desenhos e pinturas. A pictorialidade, ou seja, os elementos e formas de representação fundamentais da pintura que a tornam um meio específico de produção e circulação de imagens e imaginários são esmiuçados, tensionados e aprofundados no processo do artista. O que sobressai, nesse caso, é principalmente a questão cromática, no caso o amarelo, uma das três cores primárias.

Já “A Linguagem da Serpente” é uma série de códigos criados a partir de recortes em dobraduras de papel. Intuitivamente estes códigos criam uma suposta linguagem abstrata e geométrica. O resultado é uma enigmática forma de comunicação entre espécies humanas e não-humanas.Estes recortes foram transformados em desenhos cortados a laser em placas de madeira e pintados com tinta acrílica. As pinturas em óleo e acrílica sobre tela seguem este mesmo padrão de jogo abstrato e geométrico, entre figura e fundo, particular da história da pintura e do legado concreto Brasileiro. Desmistificando modelos modernistas, o artista usa ferramentas onde o processo de construção é revelado e onde as decisões são auto evidentes no resultado final.

Bruno Duque: Expedições

Gustavo Silvamaral: Três quadrados amarelos

Rodrigo Garcia Dutra: A Linguagem da Serpente

Abertura: 27/07/19, 17h-21h
Visitação: até 07/09/19; segunda a sexta, 09h-18h30; sábado, 10h-14h (mediante agendamento)
Galeria Karla Osório: SMDB Conjunto 31 Lote 1B – Lago Sul, Brasília. Entrada gratuita.

 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support