Casa de Cultura do Parque reabre em São Paulo com três novas exposições

Coletiva com Sérgio Sister, Bruno Dunley e André Ricardo se une a individuais de Thomaz Rosa e Edgar Racy no espaço da zona oeste da capital paulista

Obra de Bruno Dunley

A Casa de Cultura do Parque, localizada na zona oeste de São Paulo, reabriu no último sábado 17 de outubro, após um tempo fechada devido à pandemia. Para a alegria do público, um ciclo expositivo com duas mostras individuais e uma mostra coletiva brinda essa reabertura. O espaço tem seguido as orientações sanitárias protocolares e adota horário de visitação reduzido: das 11h às 17h, de quarta-feira a domingo.

Na galeria principal, a exposição Entre tanto traz um compilado de 33 obras de três pintores bastante importantes no cenário brasileiro contemporâneo! São trabalhos dos artistas André Ricardo, Bruno Dunley e Sérgio Sister. “A ideia de reunir o trabalho de Sister com o de dois jovens pintores, Dunley e Ricardo, para além das particularidades da obra de cada um deles, é instaurar o debate sobre a passagem das questões modernas para a contemporaneidade e como a pintura ainda atualiza as questões da arte em nossos dias”, comenta o diretor artístico do espaço, o artista Claudio Cretti.

Além dessa coletiva, estão instaladas na Casa as individuais Pátria amada?, de Edgar Racy, contemplada pelo Projeto Varanda, e Imagem e ação, de Thomaz Rosa, compondo o Projeto Gabinete! Na instalação de Racy, a bandeira do Brasil é desmembrada em três partes, separando seus elementos geométricos (o retângulo, o losango e o círculo), causando uma desordem e mesmo uma laceração. Assim, “as formas flutuam no vazio, às vezes se encontrando, às vezes solitárias sobre o papel”.

Já na mostra de Rosa, são apresentadas 15 pinturas de uma mesma série de pequenos formatos. O projeto que sua exposição integra, o Gabinete, é voltado para a difusão de trabalhos de jovens artistas são vistos como promessas na cena visual contemporânea.

Obra de Thomaz Rosa

Entre tanto; Pátria amada? e Imagem e ação
Direção artística de Claudio Cretti
Data: 17 de outubro de 2020 a 28 de fevereiro de 2021
Local: Casa do Parque.

Instalação Pátria Amada, de Edgar Racy