Cauê Alves assume curadoria do MAM-SP

Após o anuncio de que Galciani Neves iria ocupar o cargo de curadora-chefe do  Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE), as atenções se voltaram para o futuro de Cauê Alves, que comandava a curadoria da instituição até aquele momento. Pois, então, agora sabemos: Cauê é o novo curador do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP)!

O novo curador é graduado em Filosofia pela USP. Pela mesma universidade, fez mestrado em Estética e tornou-se doutor em Estética e Filosofia da Arte. Hoje, Alves é professor do departamento de Arte da Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes da PUC-SP, onde também atua como coordenador do curso de Arte: História, Crítica e Curadoria. Durante 11 anos, também foi professor do Centro Universitário Belas Artes.

Mas ele não é um rosto desconhecido no MAM, muito pelo contrário. Ele foi curador do Clube de Gravura da instituição durante 10 anos, entre 2006 e 2016, e foi participou do Conselho Consultivo de Artes entre 2005 e 2007. Além disso, teve participação em curadorias da instituição, como a co-curadoria do 32º Panorama da Arte Brasileira.

Em seu currículo, também consta uma Bienal de Veneza, tendo sido curador assistente do Pavilhão Brasileiro da 56ª edição. Como curador-geral do MuBE, ele atuou por pouco mais de 4 anos. Sua chegada no MAM já vem com novidades muito importantes: sua proposta curatorial deve dar enfoque ao acervo e ao educativo da instituição, dando ênfase ao trabalho técnico de documentação, conservação e restauro.

Na área educativa, uma das novidades é que artistas com práticas pedagógicas devem ser convidados para desenvolver projetos junto ao educativo do MAM. Outro ponto que merece destaque é o fato de que o curador pretende realizar intervenções e mostras ao ar livre, aproveitando a área do Parque do Ibirapuera, onde o museu está localizado, e contemplando espaços externos além do Jardim de Esculturas.