Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922)

Centre Pompidou, Paris

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O Centre Pompidou, principal instituição de arte contemporânea da França, abre hoje a exposição Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922), uma celebração das vanguardas russas. Há cem anos, Chagall havia sido nomeado comissário de belas artes da cidade de Vitebsk, hoje parte da Bielorrússia, e logo fundou uma escola de arte, marcando um período de efervescente atividade cultural na cidade. Entre os artistas que convidou para lecionar estavam Lissitzky e seu mentor, Malevitch, criador do Suprematismo.

A mostra apresenta estas três figuras fundamentais ao lado de professores e alunos que passaram pela escola: Vera Ermolaeva, Nicolai Suetin, Ilya Chashnik, Lazar Khidekel e David Yakerson, entre outros. Por meio da conjunção inédita de 250 trabalhos e documentos, este evento ilumina pela primeira vez os anos pós-revolucionários, quando, longe das metrópoles russas, a história da arte passou a ser escrita também em Vitebsk.

Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922)
Curadoria: Angela Lampe
Abertura: 28/03/18
Visitação: até 16/07/18; todos os dias, 11-21h; quinta-feira até às 23h
Centre Pompidou: Place Georges Pompidou, 75004, Paris. Ingressos: €14 (inteira), €11 (meia)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support