Cine Esquema Novo exibe obras em vídeo por projeções externas em 16 cidades no mundo

Mostra que geralmente acontece em Porto Alegre tem ação integrada em cidades na Europa e na América do Sul com exibições de sete obras de artistas brasileiros

O SOL NASCERÁ, de Denilson Baniwa, 2020

Chegando à sua 14ª edição neste ano, o Cine Esquema Novo – Arte Audiovisual Brasileira (CEN), sediado em Porto Alegre, realiza uma ação externa nesta sexta-feira, 11 de dezembro, para a exibição de obras que compõem seu programa em 2020! A mostra integrada ao ar livre acontece a partir das 20h30 (em horários locais), com exibições de sete obras de artistas brasileiros, que acontecerão em 16 cidades por todo o mundo, incluindo cidades pelo Brasil, Colômbia, Argentina, Alemanha, Portugal e Espanha, dentre outras. Você pode conferir todas as cidades clicando aqui.

PREPARAÇÃO PARA EXERCÍCIO AÉREO, A MONTANHA, de Rubiane Maia e Manuel Vason, 2016

As sete obras que serão projetadas em áreas externas, podendo ter as janelas das cidades como plateia, são O SOL NASCERÁ, de Denilson Baniwa; ALVORADA, de Luiz Roque; PREPARAÇÃO PARA EXERCÍCIO AÉREO, A MONTANHA, de Rubiane Maia e Manuel Vason; ME GRITARAM NEGRA, de Anne Magalhães, 2019; INTERVENÇÃO JAH, de Welket Bungué e Daniel Santos; TAPETE MÁGICO, de Gustavo Jahn, e PRÓLOGO/MONOLITO, de Renato Heuser, de 2003.

Segundo a curadoria da edição, formada por Jaqueline Beltrame e Gustavo Spolidoro (curadores do CEN) e pelas artistas Janaína Castoldi e Kamyla Claudino Belli: “Essa liberdade pode ser a que a natureza transmite, e que sentimos tanta falta quando em isolamento durante a pandemia; pode ser a liberdade de ser quem se é; a liberdade de se abrir uma janela e olhar as nuvens, bater uma panela, conversar com um vizinho, ver uma visita, projetar um filme. Que as janelas sempre estejam abertas”.

ALVORADA, de Luiz Roque, 2014