David Levine: Some of the People, All of the Time

Brooklyn Museum, Nova York

O Brooklyn Museum apresenta a exposição “David Levine: Some of the People, All of the Time”, que examina a fragilidade de nossa democracia contemporânea. A mostra confronta uma questão muito incômoda e pertinente ao nosso tempo: e se um membro de uma manifestação – um protesto, uma marcha, uma plateia, mesmo uma festa – está ali sob falsos pretextos? Recentemente, inúmeros casos tem sido revelados sobre esse tipo de “desonestidade”, como manifestantes infiltrando protestos, a proliferação de fake news nas redes sociais, e as acusações de manipulação das crises na mídia. Em cada caso, identidades falsas e fabricadas estão sendo usadas como ferramenta política. 

Investigando o pano de fundo psicológico dessa situação alarmante, a peça central da exposição é uma nova performance do artista encenada por atores que se revezam em seus papeis, lidando com questões como identidade, agência, trabalho e suspeita. Dentro do espaço expositivo transformado em uma espécie de palco, por entre a instalação de obras de arte, Levine cristaliza uma distinção perturbadora entre os diferentes modos de agir: cientes do talento dos atores para fingir e iludir, nos sentimos menos desconfortáveis que a performance ocorra num contexto óbvio – e não invisível em meio à multidão. 

A performance poderá ser vista às quintas feitas, entre 14h e 19h, e às sextas, sábados e domingos, entre 13h e 18h. A duração da peça é de aproximadamente 45 minutos, mas não há cadeira marcada ou tempo preciso – os visitantes podem entrar e sair da galeria quando quiserem.

David Levine: Some of the People, All of the Time
Abertura: 24/05, 14h
Visitação: até 08/07/18; quinta, 14h-19h; sexta, sábado e domingo, 13h-18h
Brooklyn Museum: 200 Eastern Parkway, Brooklyn, Nova York. Ingressos US$16 (inteira), US$10 (meia)