El Greco e Picasso são colocados frente a frente em exposição em Basel

Em uma extensa exposição apresentada pelo Kunstmuseum de Basel, as obras de El Greco e Picasso são colocadas em diálogo revelando suas semelhanças

Tempo de leitura estimado: 3 minutos
Exposição El Greco - Picasso (Fotografia: Julian Salinas)
Exposição El Greco – Picasso (Fotografia: Julian Salinas)

Em uma longa exposição o Kunstmuseum da cidade da Basileia, na Suíça, ilumina o encontro entre Pablo Picasso e o antigo mestre El Greco, nascido Doménikos Theotokópoulos em Creta. Obras-primas de ambos os artistas são justapostas de forma a traçar o curso de um dos mais fascinantes diálogos da História da Arte. Obras emprestadas de coleções públicas e privadas de diversas instituições pelo mundo são unidas às obras da coleção fixa do museu e apresentam ao público uma oportunidade inédita de compreender a semelhança entre as produções de artistas nascidos em séculos diferentes. 

Die Jungfrau Maria, El Greco, 1590. (Propriedade: Musée de Beaux-Arts de Strasbourg)

Os traços inconfundíveis de El Greco lhe renderam uma considerável fama em sua época, mas após a sua morte em 1614 sua obra foi amplamente esquecida. Apenas por volta de 1900 que sua maestria foi redescoberta. O jovem Picasso, com pouco mais de 20 anos, desempenhou um importante papel nessa redescoberta, já que ele se inspirou em muitas de suas obras e as referências às obras de El Greco são notadas tanto nos trabalhos mais maduros de 1930 e 1940, como nas primeiras pinturas cubistas do artista.

Busto de mulher (estudo para Demoiselles D’Avignon), 1907, Pablo Picasso. (Propriedade: Musée national Picasso, Paris, © Succession Picasso/ ProLitteris, Zurich).

El Greco, apesar de ter nascido em Creta, na Grécia, fez a sua carreira artística na Espanha, o que lhe rendeu o seu famoso apelido em espanhol “o grego”. Picasso frequentava assiduamente o Museu do Prado, em Madri, e era especialmente fascinado pelas obras de El Greco, copiando-as e estudando-as em seus primeiros rascunhos. A relação entre as obras dos dois mestres não é algo que foi descoberto agora, nesta exposição. Entretanto, o que esta mostra traz de verdadeiramente inovador é um minucioso estudo que demonstra que este diálogo entre os dois é bem mais amplo e profundo do que se pensava e a influência da obra de El Greco na produção de Picasso tem uma importância essencial ao desenvolvimento da arte de vanguarda do século XX. 

Mme Canals, Pablo Picasso, 1905. (Propriedade: Museu Picasso Barcelona, © Succession Picasso/ ProLitteris, Zurich)

Com um minucioso trabalho curatorial encabeçado por Carmen Giménez, as obras estão distribuídas em nove espaços expositivos e são organizadas de forma cronológica de maneira que o visitante é convidado a testemunhar o fato que está repetida referência e influência de El Greco na obras de Picasso se estendeu por vários anos e períodos diferentes e desempenhou um papel definitivo no caminho artístico traçado por Picasso. 

Serviço

El Greco – Picasso 

Local: Kunstmuseum

Endereço: St. Alban-Graben 16, 4051 Basel, Suíça

Data: De 11 de junho a 25 de setembro de 2022. 

Funcionamento: Terça a domingo, das 11h às 18h. 

Ingresso: CHF 13 – 26

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support