Carregando Eventos

« Todos Eventos

“Judy Chicago: Revelations” na Serpentines Galleries

23 maio @ 10:00 1 setembro @ 18:00

Judy Chicago, In the Beginning, from Birth Project (detalhe), 1982. © Judy Chicago/Artists Rights Society (ARS), Nova York; Foto: © Donald Woodman/ARS, NY

Judy Chicago (nascida em 1939, Chicago, EUA) ganhou destaque no final dos anos 1960 ao criar obras a partir de uma perspectiva centrada na mulher, desafiando o cenário dominado por homens no mundo da arte. Uma artista polímata, o trabalho de Chicago é caracterizado pelo compromisso com o artesanato e a experimentação, evidentes em seus temas, metodologia e escolha de materiais.

Ao longo de sua carreira de seis décadas, Chicago contestou a ausência e o apagamento das mulheres no cânone cultural ocidental, desenvolvendo uma linguagem visual distinta que dá visibilidade às suas experiências. Seus projetos individuais e colaborativos abordam temas como nascimento, masculinidade, identidade judaica, noções de poder, extinção e uma preocupação de longa data com a justiça climática.

Esta exposição, a maior apresentação solo da artista em uma instituição de Londres, leva o nome de um manuscrito iluminado inédito que Chicago escreveu no início dos anos 1970 enquanto criava “The Dinner Party” (1974–79) – uma instalação monumental que simboliza as conquistas de 1038 mulheres, agora permanentemente alojada no Brooklyn Museum, em Nova York. Coincidindo com a exposição, o manuscrito será publicado pela primeira vez pela Serpentine e Thames & Hudson. Ele oferece uma reinterpretação radical da história e uma visão de um mundo justo e equitativo.

Organizada tematicamente em torno dos capítulos do manuscrito, a exposição foca no desenho – um meio que Chicago explorou por mais de seis décadas. Traçando o arco da carreira da artista, a exposição reúne obras de arquivo e nunca antes vistas, obras abstratas e minimalistas do início dos anos 1960 e 70; uma instalação de vídeo imersiva com imagens de suas performances site-specific que utilizavam fumos coloridos e fogos de artifício; estudos preparatórios relacionados a grandes projetos como “The Dinner Party” (1974–79), “Birth Project” (1980–85) e “PowerPlay” (1982–87), além de cadernos e diários de esboços que revelam seu processo de trabalho e anos de pesquisa. Essas obras são amplificadas por elementos multidisciplinares e participativos, incluindo um aplicativo de realidade aumentada, uma cabine de gravação de vídeo e componentes audiovisuais que permitem aos visitantes descobrir a amplitude da prática de Chicago.

Serpentine North Gallery

W Carriage Dr
Londres, Reino unido
+ Google Map
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support