Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Sala de Vídeo: Sky Hopinka

30 junho, 2023 @ 10:00 13 agosto, 2023 @ 18:00

Sky Hopinka (1984) é membro da Nação Ho-Chunk no estado de Wisconsin, Estados Unidos, e descendente do grupo Pechanga dos indígenas Luiseño, do sul da Califórnia. Por meio de seu trabalho, que inclui fotografia, vídeo e textos, Hopinka explora diferentes maneiras de questionar a complexidade da identidade indígena contemporânea. Sua prática artística é inspirada pela comunidade à qual pertence, e sua obra é uma maneira clara de resistir ao olhar etnográfico que busca situar, definir e determinar o que é e o que não é autêntico. A etnografia é um ramo da antropologia que se baseia em categorias para a coleta de dados, partindo da aproximação imersiva e duradoura com o grupo étnico estudado, mas geralmente realizada por um pesquisador externo àquela comunidade. Hopinka define seu trabalho como uma reflexão etnopoética, referindo-se a um conceito proposto pelo escritor e tradutor estadunidense Eliot Weinberger, em seu ensaio de 1992, The Camera People [O povo da câmera]. A etnopoética é uma conceito que aborda o conflito essencial – e há muito negado na produção de filmes etnográficos – entre o cineasta e o sujeito que está sendo filmado. A etnopoética seria, então, o que acontece quando as comunidades que foram observadas, estudadas e filmadas por etnógrafos brancos ocidentais decidem pegar as câmeras e filmar a si próprias, o que consideram necessário e relevante. Desse modo, essas comunidades subvertem a noção de observador externo isento (o etnógrafo tradicional), para abraçar uma noção de participante engajado e implicado no grupo a ser estudado. Dois filmes de Hopinka são apresentados aqui: Kicking the Clouds [Chutando as nuvens] (2021) e Mnemonics of Shape and Reason [A mnemônica da forma e da razão] (2021). Ambos manifestam, por meio da paisagem, da música e da linguagem, a persistência de tradições e práticas ancestrais que sobreviveram a sistemas de opressão, evoluindo e adquirindo novas formas que expressam a complexidade das comunidades ameríndias nos Estados Unidos da atualidade. Sala de vídeo: Sky Hopinka é curada por María Inés Rodríguez, curadora-adjunta de arte moderna e contemporânea, MASP.

MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista
São Paulo, SP Brasil
+ Google Map
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support