Mulheres na Arte Brasileira, com Julia Lima

10 de maio de 2021

Neste curso abordamos a produção de importantes artistas mulheres no Brasil, revelando os temas comuns e materializações singulares que atravessam seus corpos de trabalho. O curso terá foco o contexto histórico e os movimentos artísticos das épocas abordadas. Acreditamos na valorização da produção feminina e compreensão de sua força como um passo cada vez mais necessário e importante para o entendimento da produção nacional atual. Uma revisão do passado para atentarmos para o presente e o futuro.

 

Número de aulas: 6 encontros de uma hora por módulo.

ESGOTADO – entre em contato para informações sobre as próximas turmas

Preço: R$1408,00 por módulo.

 

Programas

Módulo 1

Aula 1: Abigail de Andrade (1864-1890) e Anita Malfatti (1889-1964)

Aula 2: Tarsila do Amaral (1886-1973) e Maria Martins (1894-1973)

Aula 3: Tomie Ohtake (1913-2015) e Mira Schendel (1919-1988)

Aula 4: Lygia Clark (1920-) e Lygia Pape (1927-2004)

Aula 5: Leticia Parente (1930-1991), Sonia Andrade (1935) e Martha Araujo (1943)

Aula 6: Teresinha Soares (1937), Wanda Pimentel (1943-2019) e Regina Vater (1943)

 

Módulo 2

Aula 1: Anna Bella Geiger (1933) e Anna Maria Maiolino (1942)

Aula 2: Regina Silveira (1939) e Lenora de Barros (1953)

Aula 3: Carmela Gross (1946) e Sonia Gomes (1948)

Aula 4: Leda Catunda (1961) e Adriana Varejão (1964)

Aula 5: Rosana Paulino (1967) e Laura Lima (1971)

Aula 6: Cinthia Marcelle (1974) e Renata Felinto (1978)

 

Sobre a Professora

Julia Lima é curadora e pesquisadora. Graduada em “Arte: História, Crítica e Curadoria” pela PUC-SP, participou da Summer School do Courtauld Institute, Londres, 2009. Integrou o Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake por três anos. Foi júri de diversas premiações, incluindo o Prêmio EDP nas Artes. Foi curadora da 2ª edição do Programa de Residência Artística do Adelina Instituto. Seus principais projetos curatoriais incluem as coletivas “Eu queria ser lida pelas pedras”; “Formas de Voltar para Casa”; e “Ministério da solidão”; e as individuais de Kitty Paranaguá (MCB), Felippe Moraes (FIESP), Élle de Bernardini (Verve Galeria), Bruno Novaes (OMA e Casa do Olhar) e Carlos Monroy (OC Oswald de Andrade). Atualmente, conduz a pesquisa “Elas Estão Aqui” – uma reescrita da história da arte por artistas mulheres –, dá cursos de história da arte, colabora com veículos especializados, mantém uma produção crítica ativa, e realiza acompanhamento de artistas.

R$1.408,00

| Encerrado |

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support