Hauser & Wirth Somerset apresenta retrospectiva imperdível de Henry Moore

A enorme exposição compreende seis décadas de trabalho de Henry Moore e ocupa áreas internas e externas da galeria

Tempo de leitura estimado: 3 minutos
The Arch, 1963-1969, Henry Moore.

A galeria Hauser & Wirth de Somerset, na Inglaterra, apresenta uma enorme exposição dedicada à carreira de Henry Moore, célebre escultor britânico. Curada por Hanna Higham em parceria com Mary Moore, filha do artista, a exposição, que expande seis décadas da produção de Moore, se estende pelos cinco espaços expositivos da galeria e também para a área externa. O ponto de partida da exposição é a fascinação do artista pelo sítio neolítico Stonehenge, apresentando ao público algumas das monumentais obras de Moore que, colocadas ao ar livre, remetem instintivamente ao monumento histórico que o inspirou.

Enquanto Moore se fascinou pelas antigas e enigmáticas histórias ligadas ao monumento Stonehenge, mais fascinante ainda era o produto de seu trabalho. Entre 1920 e 1930, junto a outros escultores vanguardistas, Moore explorou os princípios do esculpimento direto e a ideia da “verdade dos materiais”, trabalhando direto com as pedras e permitindo que suas propriedades naturais emergissem durante o processo. Desta forma ele estabeleceu uma ponte entre o antigo e o moderno. 

Locking Piece, 1963, Henry Moore.

Como resultado de seu processo experimental dentro do estúdio, Moore chegou a um nível de fluência da linguagem escultural que lhe permitiu trabalhar com os mais variados materiais empregando uma série de técnicas diferentes. Em bronze, pedra ou gesso; em relevo ou tridimensional; estático ou equilibrado em pontos, suas obras são tão variadas quanto sua prática era extensa e trabalham as noções de gravidade, peso, volume e espaço com maestria. 

Working Model of Divided Oval: Butterfly, 1967-1982, Henry Moore. 

Junto às aclamadas obras do artista, a exposição também apresenta ao visitante uma seleção feita por Mary Moore de artigos pessoais do estúdio e da casa do artista, além de outras obras menos conhecidas, como gravuras realizadas em litografia e água-forte, que representam repetidas vezes o monumento Stonehenge e esculturas menores. Esta composição de elementos apresenta ao visitante uma espécie de “biblioteca visual” do artista que traz o vocabulário por ele explorado e desenvolvido durante sua carreira e o que permite que o observador mergulhe em um lado mais pessoal do artista, que vai além da simples exposição de suas esculturas. 

Stonehenge III, 1973, Henry Moore.

O espaço expositivo da Hauser & Wirth em Somerset é, por si só, um passeio. O lugar conecta as obras em exibição à natureza e à bela paisagem do interior da Inglaterra e oferece uma visitação totalmente diferente daquelas feitas às galerias da cidade. 

Serviço:

Henry Moore Sharing Form

Local: Hauser & Wirth Somerset 

Endereço: Durslade Farm, Dropping Lane, Bruton, Somerset BA10 0NL – Reino Unido

Data: De 28 de maio a 4 de setembro de 2022. 

Funcionamento: De quarta a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 16h. 

Ingresso: Grátis

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support