Histórias da Sexualidade

MASP, São Paulo

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

Estas são as últimas semanas para ver “Histórias da Sexualidade” no Masp, exposição que ganhou o noticiário nacional em 2017 ao ter sua abertura marcada por protestos contra a censura: o próprio Museu havia limitado a visitação da exposição para maiores de 18 anos, em medida depois determinada inconstitucional pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, a qual determinou que menores de idade acompanhados por pais ou responsáveis pudessem visitar a mostra.

“Histórias da Sexualidade” foi antecedida por dois seminários internacionais sobre o tema e reúne mais de 300 peças distribuídas em nove núcleos temáticos e não cronológicos. Tratam-se de obras de diferentes formatos, períodos e territórios, da arte pré-colombiana à arte moderna, da arte popular à arte contemporânea, da arte sacra à arte conceitual, incluindo arte africana, asiática, europeia e das Américas, em pinturas, desenhos, esculturas, fotografias, fotocópias, vídeos, documentos e publicações, entre outros.

Histórias da Sexualidade
Curadoria: Adriano Pedrosa, Camila Bechelany, Lilia Schwarcz, Pablo León de la Barra
Visitação: até 14 de fevereiro de 2018; terça a domingo, 10h – 18h; quinta, 10h – 20h
Masp: Avenida Paulista, 1578, São Paulo. Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15 (meia); grátis às terças

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support