Josafá Neves: Orixás

Museu Nacional de Brasília

Tempo de leitura estimado: 2 minutos

O Museu Nacional de Brasília apresenta a exposição “Orixás”, de Josafá Neves, que suscita reflexões sobre arte, religião e origens. Desde sua concepção, a mostra teve a participação da escritora, atriz e professora de teatro Cristiane Sobral, que produziu uma poesia para cada um dos dezesseis orixás que são representados na mostra, criados para provocar o olhar do público em relação à história da cultura africana brasileira. É um convite para mergulhar na história do negro em nosso país, transformada em obra de arte a partir das mãos do artista.

Com esculturas, óleo sobre tela e instalações, o trabalho de Josafá Neves vem ganhando corpo há mais de duas décadas. “Orixás: geometria, símbolos e cores” alude à última fase em que se encontra o trabalho do artista. Pesquisando a mitologia iorubana ele busca soluções estéticas que agreguem os símbolos e cores pertinentes a cada um dos 16 orixás estudados à exercícios geométricos que permitam aproximações com tal dimensão simbólica. A curadoria da exposição é assinada por Marcus de Lontra Costa. “As obras produzidas por Josafá Neves para essa exposição revelam a potência de imagens desprezadas pelo discurso oficial. Aqui não há espaço para acomodações, discursos conciliatórios, não há a busca em criar uma falsa ideia de harmonia e integração social num país majoritariamente formado por mestiços, filhos do estupro de mulheres negras por parte do homem branco.”, afirma Marcus Lontra.

Orixás
Curadoria: Marcus Lontra
Visitação: até 29/03/2020; segunda, 14h-18h30; terça a domingo, 9h-18h30
Museu Nacional da República: Setor Cultural Sul, Lote 2, Esplanada dos Ministério. Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support