Manjar: Re-Conhecimento

Manjar é uma série de encontros experimentais de arte e liberdade que testam e propõem formas colaborativas para sonhos coletivos. Uma sequência de desastres ambientais irreversíveis e a contínua desvalorização da vida no coração de nossas maiores potências naturais tem sido uma constante no Brasil. Esta iniciativa traz a urgência de percebermos o valor das diferenças e ressaltarmos a alteridade para promovermos uma convivência integrada e multi-espécie. Nesse MANJAR, que pensa, versa, canta, incorpora e experimenta outras formas de entender disputas e habitações, nós nos valemos da ativação de uma rica ecologia de saberes ancestrais integrados a experiência cotidiana, sobretudo a partir da valorização e da reunião de narrativas indígenas.

Com curadoria de Denilson Baniwa e Catarina Duncan, “RE-CONHECIMENTO” conta com a colaboração de artistas de luta, que desafiam as estruturas de normatização e opressão do sistema vigente com seus corpos e seus trabalhos. Tratamos nessa mostra de elaborar uma nova consideração territorial. Esse MANJAR parte da consciência de que é fundamental assumirmos a natureza como imensa multidão de formas da qual fazemos parte. E queremos realizá-lo a partir da colaboração de pessoas que sabemos se importarem com esse tema, com essa luta.

 

Manjar: Re-Conhecimento
Curadoria: Denilson Baniwa e Catarina Duncan
Abertura: 16/11; 20h-21h : entrada livre, contribuição voluntária; 21h-4h : doação mínima R$20, sugerida R$50.
Solar dos Abacaxis: Rua Cosme Velho, 857, Rio de Janeiro.