Mauro Restiffe mostra arquivo dos últimos 30 anos na Fortes D’Aloia & Gabriel

“Laço rastro traço” tem duas montagens diferentes e reúne 33 fotografias coloridas e em preto e branco, sendo elas trabalhos históricos e também obras mais recentes

Tempo de leitura estimado: 2 minutos
Mauro Restiffe, Francesco, 2014. Photo: © Mauro Restiffe. Cortesia do artista e [courtesy of the artist and] Fortes D’Aloia & Gabriel, São Paulo/Rio de Janeiro.

A partir do dia 28 de agosto, a Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel recebe uma nova exposição individual de Mauro Restiffe no Galpão, em São Paulo. Laço rastro traço é uma mostra que apresenta 33 obras do artista em pequeno e médio formato que tem o retrato como ponto inicial, trazendo fotografias históricas e obras mais recentes, compiladas a partir de um arquivo que Restiffe reúne há três décadas.

 “São imagens de uma prática de fotografia diária, de estar com a câmera presente e registrar cenas do cotidiano”, o artista comenta sobre o conjunto apresentado. Acompanhada pelo ensaio A inconstância do olhar sobre o mundo, assinado pelo curador Bernardo José de Souza exposição foi desenvolvida em duas montagens diferentes, que buscam fazer com que o público possa perceber e refletir sobre o léxico formal e psicológico presente no trabalho de Restiffe.

Mauro Restiffe, Tim by the door, 2014. © Mauro Restiffe. Cortesia do artista e [courtesy of the artist and] Fortes D’Aloia & Gabriel, São Paulo/Rio de Janeiro.

“Tudo começa com um olho. Quem olha para onde, para quem?”, pergunta Bernardo na introdução do ensaio. E destaca: “Mais do que do passado, o arquivo trata do futuro. Registrar, para além de preservar a memória, significa redimensioná-la em plano constante. E assim funciona com o acervo de imagens de Restiffe: um conjunto de personagens, de pessoas, aliás, investidas de desejos, em trânsito, movidas pela curiosidade — esta mesma curiosidade dividida por nós, espectadores da malha humana retratada, tão sensível, tão estoica no curso de suas existências”.

No mesmo espaço e ao longo do mesmo período, a galeria também realiza uma mostra com curadoria de Victor Gorgulho, sob o título Os Monstros de Babaloo.

Mauro Restiffe: Laço rastro traço
Data: 28 de agosto a 06 novembro
Local: Fortes D’Aloia & Gabriel – Galpão (Rua James Holland, 71, Barra Funda)
Mais informações: https://fdag.com.br/

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support