Mega exposição itinerante de Marc Chagall começa pelo Rio

‘Marc Chagall: sonho de amor’ reúne mais de 180 obras no CCBB RJ e passará também por Brasília, Belo Horizonte e São Paulo

Tempo de leitura estimado: 3 minutos

O universo imaginativo e fantasioso de Marc Chagall (1887-1985), um dos grandes pintores do século 20, poderá ser explorado em profundidade em Marc Chagall: sonho de amor, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro até 6 de junho.

Com caráter panorâmico, a exposição cobre a carreira do artista de 1922 a 1980, abrangendo quase todo o seu período criativo. Entre este ano e o próximo, a individual deve passar também por Brasília, Belo Horizonte e São Paulo.

Apesar do período turbulento em que viveu — Chagall enfrentou duas guerras mundiais, a Revolução Russa e o nazismo —, o artista afirmava que só o amor lhe interessava e que estava em contato apenas com “coisas que giram em torno do amor”

Dividida em núcleos e contando com óleos, têmperas, guaches e gravuras, a mostra é guiada pelo mesmo sentimento que norteava o artista. “Apesar dessa vida cheia de dificuldades, Chagall não se deixa levar pelo pessimismo, e transmite em suas obras uma mensagem de esperança. Se transferirmos essa situação ao momento atual, com pandemia, crise econômica e desânimo generalizado, a arte, a obra de Chagall, sua beleza, sua cor, é um paliativo diante de tanto sofrimento”, afirma a curadora Lola Durán Úcar.

Segundo ela, as sessões são dedicadas aos principais temas de interesse do artista. “Os rituais e as tradições russas e judaicas que ele vive em sua infância; sua profunda espiritualidade, da qual nascem criações de grande intensidade, destacando-se suas obras em torno da Bíblia e do Êxodo; a literatura, fundamental em sua vida, e suas relações com escritores e editores, ou seus trabalhos como ilustrador de textos; sua fascinação pelo circo e seu amor por Paris, a cidade que o acolheu. E, além disso, o amor, que para Chagall era o sentimento que dá sentido à vida e à arte”. 

No CCBB RJ, a instalação contemporânea Air Fountain, do artista Daniel Wurtzel, dá as boas-vindas aos visitantes da exposição. A ideia é que o balé de tecidos de Wurtzel possa dialogar, de forma abstrata, com a noção de amor empreendida por Chagall em suas telas oníricas, com personagens flutuantes, fauna e flora convivendo em harmonia.

A exposição é uma oportunidade para entender ou aprofundar o conhecimento sobre a obra de Chagall, e é também uma boa notícia neste momento em que personalidades russas vêm sendo despropositadamente “canceladas” e perseguidas. Diametralmente oposto a Putin, Chagall apresenta um mundo de poesia que o presidente parece não conhecer. 

Marc Chagall: sonho de amor

Data: 6 de junho de 2022

Local: CCBB RJ

Endereço: r. Primeiro de Março, 66 – Centro

Funcionamento: quarta, quinta, sexta, sábado e segunda, das 9h às 21h e domingo das 9h às 20h (fechado às terças) 

Ingresso: grátis 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support