Mostra em Brasília discute a construção e a ocupação espacial

“ “Cosmografias”, em cartaz até 7 de agosto, foi desenvolvida a partir de de trocas da curadora Clarissa Diniz com as artistas Ludmilla Alves, Capra Maia e Cecília Lima “na busca e desdobramento da transformação”

Tempo de leitura estimado: 1 minuto


Até o dia 7 de agosto, a Galeria Index, localizada em Brasília, recebe a exposição coletiva Cosmografia, que faz um cruzamento entre trabalhos do mercado primário e o mercado secundário. A mostra com curadoria de Clarissa Diniz reúne obras de oito artistas, sendo eles Antonio Bandeira, Cecília Lima, Ludmilla Alves, Manuel Messias dos Santos, Capra Maia, Lucio Fontana, Manoel Constantino e Montez Magno.

Desta forma, a galeria que tem como missão agitar o cenário cultural de Brasília, exibe obras de artistas da cidade junto com trabalhos de outros artistas importantes que ajudaram a desenvolver o cenário artístico brasileiro. De acordo com a casa, “Cosmografias traz consigo não só a definição da palavra cósmica, mas também a ideia de uma construção e ocupação espacial. Cosmografias, surge de trocas da curadora com as artistas Ludmilla Alves, Capra Maia e Cecília Lima na busca e desdobramento da transformação, da metamorfose de processos, matéria e material. Os diversos caminhos da formação de uma obra e as fragmentações dos processos de cada artista são o que constroem acompanhados dos artistas convidados um universo particular de matéria como obra de arte”. 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support