“Ninguém dorme” é a nova exposição de Pedro Caetano na Galeria Cavalo

A segunda individual do artista na galeria nos oferece obras de referências irônicas sobre a insensatez e os excessos da vida contemporânea

Tempo de leitura estimado: 2 minutos
Pedro Caetano
Sem título, 2022 – Pedro Caetano

Se você, assim como o artista Pedro Caetano, também é paulista ou passou a juventude na cidade, provavelmente já ouviu a expressão “ninguém dorme” num rolê com os amigos. A frase que dá título à nova exposição individual de Caetano na Galeria Cavalo, funciona como uma espécie de pacto de não desistência da noite, um comprometimento de estarem juntos até a alvorada do dia seguinte. 

Mas dado os recentes acontecimentos globais, a ideia de proibição do descanso recebe na exposição um significado dúbio: de um lado, a festa, de outro, um tom de horror, insônia, ansiedade e constante estado de fadiga.

Entre as linguagens da escultura, pintura e instalação, Caetano traz algumas produções inéditas. Entre elas, estão as pinturas de crepúsculos-alvoradas psicodélicas feitas com materiais comuns da construção civil, como massa plástica, espuma de poliéster e tinta spray. Nestas, os sóis metálicos e o fundo de degradê conferem um tom de distopia. 

Sendo assim, Ninguém Dorme nos oferece um universo repleto de referências irônicas oscilando entre comédia e tragédia para refletir sobre a existência. 

Serviço

Ninguém Dorme

Local: Galeria Cavalo
Endereço: R. Rua Sorocaba, n.51 – Botafogo – Rio de Janeiro, RJ
Data: De 21 de julho a 10 setembro 2022
Funcionamento: De terça a sexta das 12h às 19h; aos sábados das 13h às 17h. Ingresso: Grátis

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support