Nuno Ramos e Gokula Stoffel têm mostras na Fortes D’Aloia & Gabriel em SP

Nuno Ramos e Gokula Stoffel apresentam, a partir de 6 de julho, individuais inéditas com obras que fazem parte de suas produções recentes

Gokula Stoffel, Meditação, 2021. FOTO: Eduardo Ortega. Cortesia Fortes D’Aloia & Gabriel, São Paulo/Rio de Janeiro.

A galeria Fortes D’Aloia & Gabriel abre duas exposições inéditas em seu espaço em São Paulo nesta terça-feira, 6 de julho. As duas mostras individuais no Galpão, localizado na Barra Funda, estarão em cartaz até o dia 14 de agosto, são elas Nuno Ramos: Brujas e Gokula Stoffel: Persona.

Em Brujas, são apresentadas 25 obras de uma série homônima de Ramos, com texto crítico assinado pelo curador Diego Matos. Nesses trabalhos, o artista promove, de forma conceitual, o encontro entre o desenho e a monotipia, utilizando carvão, pigmento, grafite e tinta óleo sobre papel para desenvolvem os trabalhos. O título é uma referência a trabalhos com imagens de bruxas que o pintor espanhol Francisco Goya desenvolveu como crítica social.

De acordo com Nuno:  “é uma evocação e um chamado de uma potência que não é dispensável agora. É como se a gente precisasse de forças para reagir e lutar de volta contra o que está acontecendo”. Matos partilha dessa ideia em seu texto, afirmando que “se atentarmos para uma rápida pesquisa em dicionário de palavras análogas, a bruja ou a bruxa que Nuno Ramos evoca é, na verdade, a procura por uma figura sábia, de certa luz, cujos poderes desconhecidos parecem necessários no sombrio presente real em que estamos implicados. É como se, ironicamente, tomando partido de um imaginário popular, chamássemos por algo da ordem do absurdo para enfim conseguir desvelar, clarear a escuridão do presente”.

Já em Persona, primeira mostra de Stoffel na galeria desde que teve sua representação anunciada, estão 18 trabalhos nos quais a artista trabalha a pintura em óleo sobre linho e esculturas de resina e biscuit, além de explorar caminhos na tecelagem e na assemblage de tecidos.

Em texto crítico, o curador Ricardo Sardenberg pontua que os trabalhos presentes em Persona “são as pinturas e objetos nas paredes que reverberam o corpo escultórico
que está no espaço, deitado, em pé, e sentado, circundando a grande obra de trama ao centro, que dança em silêncio meditativo diante do beijo, do medo e da morte. Todos encenam com concisão e liberdade a anima da artista no seu casulo atelier, e o mundo que se abre ao se expor como condição do inconsciente coletivo”.

Gokula Stoffel, Lidando com a raiva, 2021. FOTO:  Eduardo Ortega. Cortesia Fortes D’Aloia & Gabriel, São Paulo/Rio de Janeiro.

Gokula Stoffel: Persona | Nuno Ramos: Brujas
Data: de 6 de julho a 14 de agosto
Local: Fortes D’Aloia & Gabriel – Galpão (Rua James Holland, 71 – Barra Funda – São Paulo)
Mais informações: https://fdag.com.br/