Oscar Masotta: La teoría como acción

MACBA, Barcelona

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O MACBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona) apresenta a exposição “Oscar Masotta. La teoría como acción”, uma investigação sobre a produção do controverso e provocativo intelectual que foi figura central na modernização da cena cultural argentina entre as décadas de 1950 e 1970. Masotta (Buenos Aires, 1930–Barcelona, 1979) fincou sua posição na conjunção entre consciência e estrutura. Suas paixões e áreas de intervenção eram as mais variadas, múltiplas e intercambiáveis: da literatura à militância política, da vanguarda artística às histórias em quadrinho, passando inclusive pela psicanálise.

Exilado em Barcelona desde 1975, Masotta trouxe a psicanálise Lacaniana para a Espanha por meio de grupos de estudo e fundou as Bibliotecas Freudianas em Barcelona e na Galícia. Ele também foi pioneiro no reconhecimento da condição estética das histórias em quadrinho, até então depreciadas no contexto cultural. Foi também o precursor do “anti-happening”, um novo gênero capaz de fundir a prática revolucionária com a prática estética. A mostra reúne diferentes constelações de leituras e áreas de influência articuladas por Masotta em um itinerário comum. A curadora Ana Longoni associou materiais documentais e produção própria do artista, além de obras de artistas sobre quem ele escreveu: Eduardo Costa, Raul Escari, Alberto Greco, Roberto Jacoby, Marta Minujín, Dalila Puzzovio, Rubén Santantonín e Charly Squirru.

Oscar Masotta: La teoría como acción
Curadoria: Ana Longoni
Visitação: até 11/09/18; quarta a segunda, 11h-19h30 (sábado, 10h-20h e domingo, 10h-15h)
Museu d’Art Contemporani de Barcelona (MACBA): Plaça dels Àngels, 1, 08001 Barcelona. Ingressos: €10 (inteira), €8 (reduzida)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support