Pílulas AQA: Fique por dentro das tempestades e novidades da semana

Novo curador para a Bienal de Berlim, Banksy e NFT Art dando o que falar, expansão do Frick Collection e descobertas em Ouro Preto – saiba o que aconteceu nos últimos dias em poucos minutos

Kader Attia
Kader Attia

NEWS: O artista Kader Attia será o curador da  Bienal de Berlim de 2022

O ARTnews anunciou, esta semana, que o francês Kader Attia, um artista que foi aclamado internacionalmente por seu trabalho focado nos legados remanescentes do colonialismo, comandará a próxima Bienal de Berlim, com estreia prevista para 2022. Em suas esculturas, vídeos e instalações, Attia, que nasceu na França de pais argelinos, propõe uma reflexão sobre histórias conflitantes e as consequências de séculos de violência praticada por nações europeias. Seu interesse está no conceito de “reparo”, que ele certa vez definiu como “um processo interminável de ajustes intelectuais, culturais e políticos que a humanidade realiza paralelamente ao seu processo natural de evolução”. Aguardamos ansiosos pelas suas sugestões em 2022! 

Banksy
Banksy

NEWS: Trabalho de Banksy é queimado e vira NFT Art

Um trabalho de Banksy virou NFT art esta semana, graças a uma empresa de blockchain. A Injective Protocol comprou uma tela Morons (White) do artista de rua por 95 mil dólares, na Taglialatella Gallery, em Nova York, apenas para destruí-la por meio de um evento transmitido ao vivo na última segunda-feira por meio da conta do Twitter BurntBanksy. Agora, ele existe apenas como um objeto baseado em blockchain. “A peça física será para sempre homenageada neste NFT.”, declarou Mirza Uddin à CBS News

A transformação do trabalho de Banksy ocorre quando o mundo da arte experimenta e enlouquece diante da possibilidade de comprar obras de arte digitais criptografadas, as já famosas NFT arts.  No final da próxima semana a Christie ‘s deve arrematar o trabalho virtual do artista Beeple cujos lances já chegaram em 3,5 milhões de dólares. Veremos o que mais nos aguarda! 

Banksy
Banksy

NEWS: Novo Banksy que representa Oscar Wilde fugindo da prisão aparece na Inglaterra 

Um graffiti apareceu nas primeiras horas da segunda-feira, dia 1 de março, ao lado da Reading Prison – a construção onde funcionava uma prisão em Berkshire, na Inglaterra, foi comprada pelo Ministério da Justiça e deve ser transformada em centro cultural.  Naquele mesmo dia começaram as especulações sobre o autor da obra e Banksy confirmou no dia seguinte que era sua! 

O desenho mostra um homem vestido com um uniforme listrado de prisioneiro escalando a lateral do prédio com uma corda com nós. Abaixo do homem, a corrente é mostrada como feita de papel e saindo de uma máquina de escrever. Especula-se que o homem deveria representar o poeta irlandês Oscar Wilde, que foi preso no local entre 1895 e 1897 sob a acusação de “indecência grosseira com outros homens”. Após sua libertação, Wilde escreveu o poema “The Ballad of Reading Gaol” sobre um enforcamento que ocorreu enquanto ele cumpria sua pena.

Frick Collection
Frick Collection

NEWS: Expansão do Frick Collection

Quando o magnata do aço Henry Clay Frick deixou Pittsburgh e foi para Nova York em 1905, ele construiu para si uma casa de estilo Beaux-Arts da largura de um quarteirão, revestida de mármore e mogno, enfeitada com veludo e ouro. O museu na Quinta Avenida, está se expandindo: os aposentos da casa no andar de cima serão abertos ao público, e haverá um anexo projetado por Annabelle Selldorf. Mas, para se preparar, a Frick Collection precisa se mudar por dois anos:em uma sublocação cinco quarteirões ao norte, as obras que há muito vivem em interiores elaborados serão apresentadas em um contexto mais neutro. O que acontecerá com a coleção que, de repente, em versão minimal? Leia a matéria do NYTimes e tire suas próprias conclusões! 

Tapeçaria "Guernica" , de Pablo Picasso, não poderá mais ser vista nas Nações Unidas
Tapeçaria “Guernica” , de Pablo Picasso, não poderá mais ser vista nas Nações Unidas

NEWS: Tapeçaria “Guernica”de Picasso, vai sair da ONU por um pedido de um membro da família Rockefeller

Desde 1984, os nova-iorquinos não precisavam viajar muito para ver o Guernica de Pablo Picasso – ou, pelo menos, uma versão dele. Durante anos, a réplica da obra-prima de Picasso em poder do Museu Reina Sofia em Madri estava em exibição fora do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Mas isso não é mais o caso, agora que o proprietário da obra, Nelson A. Rockefeller, Jr., solicitou sua devolução. A Associated Press relata que Rockefeller – filho do ex-vice-presidente dos EUA e governador de Nova York Nelson Rockefeller, que encomendou a tapeçaria de Picasso – pediu o fim do empréstimo após 36 anos. O comitê de arte da ONU agora está considerando novas opções para substituir o trabalho. Alguma sugestão?

Mural misterioso em Ouro Preto
Mural misterioso em Ouro Preto

NEWS: Mural de Ouro Preto pode apontar para narrativas da escravisão 

Ainda há mais hipóteses, mas o Estado de Minas anunciou essa semana que  o misterioso mural descoberto, há quatro anos, no porão de um sobrado de Ouro Preto, pode ser inscrições feitas por escravos no século 18. “Tudo indica que as inscrições narram a vida de uma mulher, e certamente foram feitas entre a segunda metade do século 18 e a primeira do 19. Junto a isso, está a origem do grupo mostrado ali: provavelmente, da região da Costa da Mina, com destaque para Benin, na África”, diz a carioca Mariza de Carvalho Soares, professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), especialista em história da escravidão e África e pesquisadora que há cerca de 10 anos frequenta os arquivos de Ouro Preto e Mariana.

Chet Gold
Chet Gold

AMAMOS: Artista e segurança do MoMA, Chet Gold, vestindo as Nenúfares, de Claude Monet

Ariel Adkins, criadora do projeto Artfully A Wear, tem um novo projeto que consiste em executar trajes especiais para guardas de museus com suas obras favoritas. Esta semana Chet Gold, artista e segurança do MoMA apareceu nas redes “vestido” de Nenúfares de Claude Monet. “Sou entusiasta dos esforços criativos de Chet Gold e fiquei muito inspirada pela maneira como ele funde sua paixão pela arte e poesia em seu ‘trabalho diário’ como segurança no Museu de Arte Moderna. Minha prática criativa está centrada em pintar roupas únicas, e venho explorando a ideia de usar esse trabalho para trazer visibilidade para aqueles que muitas vezes estão nos bastidores de espaços de arte”, comentou Adkins em matéria no Hyperallergic. “Quando ouvi sobre o amor de Chet pelos Nenúfares de Claude Monet por meio de seu vídeo #ArtSpeaks, eu sabia que tinha que fazer para ele uma peça de arte vestível inspirada em seu trabalho favorito!”, completa. Depois de vários meses trabalhando na peça e lidando com atrasos relacionados ao COVID, ela finalmente viu Chet arrasando com o visual novo  no MoMA! Qual obra brasileira você usaria? 

Winston Churchill
Winston Churchill

ASSUNTO DA SEMANA: Pintura de Winston Churchill, que pertencia à atriz Angelina Jolie, foi vendida por 12 milhões de dólares

Na última segunda-feira, dia 1 de março, uma pintura rara do ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill, que pertencia à atriz Angelina Jolie, foi vendida por quase 12 milhões de dólares, durante um leilão da Christie ‘s,  por um preço recorde para a arte do político. “Torre da Mesquita de Koutoubia” foi arrematada por 12 milhões de dólares, um preço muito mais alto do que o preço estimado de 3,4 milhões. 

A pintura mostra um pôr do sol sobre a maior mesquita de Marrakech, onde Churchill e o então presidente Franklin Delano Roosevelt  estiveram um dia após a Conferência de Casablanca de 1943, quando os aliados se comprometeram a buscar a rendição incondicional da Alemanha nazista.Roosevelt ficou apaixonado pelo pôr do sol e Churchill pintou a cena como um presente ao presidente.  Segundo a casa de leilões esta foi a única obra de arte que ele concluiu durante a Segunda Guerra Mundial.

Edgar Degas
Edgar Degas

LEILÃO: Impressionistas da família Lanvin serão leiloados pela Sotheby ‘s

No início do século 19, a estilista Jeanne Lanvin fundou o que hoje é a mais antiga casa de moda de alta costura da França, a Lanvin, em Paris. Além de assumir as rédeas da marca, sua filha, Marie-Blanche de Polignac, também herdaria uma das outras paixões de Lanvin – colecionar arte. Agora, a Fundação Polignac, a entidade responsável pelos bens da família, está vendendo cinco obras impressionistas de artistas franceses, incluindo um pastel de Edgar Degas retratando uma bailarina nos bastidores. A venda na Sotheby ‘s, em Paris, acontecerá no dia 25 de março. Estima-se que o pastel de Degas seja vendido por 2,5 milhões a 3,6 milhões de dólares. 

Femme nue couchée au collier (Marie-Thérèse), de 1932; e Femme assise dans un fauteuil noir (Jacqueline), de 1962 – telas de Picasso serão vendidas na Christie’s

LEILÃO: Musas de Picasso devem arrecadar 33 milhões de dólares 

Ainda o artista mais cobiçado em todo o mundo, Pablo Picasso é conhecido por suas representações de várias musas que definiram uma era. Duas mulheres que aparecem com mais frequência na sua produção, representando períodos críticos na tumultuada vida privada do pintor: sua primeira amante, Marie-Thérèse Walter, e sua segunda e última esposa, Jaqueline Roque. Duas pinturas da mesma coleção particular completadas com três décadas de diferença, uma retratando Walter e a outra Roque – ambas figuras trágicas que morreram por suicídio – serão leiloadas durante a venda ao vivo da Christie’s, em Londres, em 23 de março. Juntas, as duas obras, Femme nue couchée au collier (Marie-Thérèse), 1932, e Femme assise dans un fauteuil noir (Jacqueline), 1962, devem alcançar o valor entre 20 milhões e 33 milhões de dólares. 

The Macallan celebra 30 anos de colaboração com artista pop Sir Peter Blake
The Macallan celebra 30 anos de colaboração com artista pop Sir Peter Blake e promove leilão beneficente

LEILÃO: Marca de whisky parceira de  Sir Peter Blake vai contribuir para programa de diversidade do Guggenheim

Esta semana a marca de whisky The Macallan celebrou seus 30 anos de colaboração com artista pop Sir Peter Blake ao lançar uma nova coleção de 13 garrafas exclusivas que compõem a Coleção Anecdotes of Ages, exibida virtualmente aqui. Também anunciou um leilão de caridade de uma das garrafas exclusivas de Sir Peter Blake da Coleção Anecdotes of Ages. A Sotheby de New York será a responsável pela venda no dia 13 de março e o valor arrematado será doado para o Guggenheim Museum. A marca lançará um uísque vendido em uma caixa projetada por Sir Peter Blake.  Expoente da pop arte britânica, Blake tornou-se muito conhecido em 1967 por ter sido co-autor da capa do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. Também desenvolveu uma significativa carreira na pintura incorporando diferentes materiais para a produção de imagens que valorizam os principais aspectos da cultura de massa.