“Segue minha playlist, rezo-cotidiano”, é assim que o artista Moisés Patrício introduz a seleção de músicas que fez para a oitava edição do Playlist AQA. Nesta seção semanal, convidamos artistas para compartilhar conosco as trilhas sonoras de suas vidas ou de seus momentos. Você pode conferir todas elas no nosso site, no nosso aplicativo ou diretamente em nosso perfil no Spotify.

As escolhas do artista evidenciam bem sua ligação com a religiosidade e a ancestralidade. Ele vai de artistas como o brasileiro Tiganá Santana, que traz muito dessa essência em sua obra, até algo mais profundo como Racine Mapou de Azor. “Tem um ensinamento iorubá que diz ‘enquanto reza vai fazendo’. A música tem essa importância no meu processo criativo, ela está indissociável do meu fazer, além de me orientar, ensinar, sanar minhas angústias e inseguranças”, ele explica.

Vale destaque especial também para a música Aceita, de Larissa Luz. O título é o mesmo da série mais conhecida de Moisés Patrício.

Artista e arte educador que trabalha diversos formatos, Moisés caminha entre a pintura, a performance, a fotografia e tantas outras variedades de se fazer arte, abordando sempre a cultura latina e afro-brasileira.

Ele diz ainda que, como candomblecista e pintor, sua cosmovisão iorubá é circular a música, pintura, desenho, escultura e todas as linguagens estão de mão dadas”.

Compartilhar