Saiba quem foi a artista polonesa Natalia Lach-Lachowicz

Conhecida como Natalia LL, a artista multimídia marcou a década de 1970 com suas obras eróticas e feministas

Post-Consumer Art, Natalia LL, 1972-1975.
Post-Consumer Art, Natalia LL, 1972-1975.

Na década de 1970, em meio ao regime comunista polonês, uma artista avant-garde chocou o público ao apresentar suas obras carregadas de sexualização e erotismo. Natalia Lach-Lachowicz, mais conhecida por Natalia LL, foi uma artista de vanguarda corajosa e relativamente negligenciada, já que sua contribuição para a arte contemporânea é bem importante, enquanto seu nome é pouco conhecido. Em meio a um período extremamente conservador, a artista multimídia desafiou os paradigmas da época ao criar uma de suas séries de fotografias mais famosas, que viria a se tornar sua verdadeira marca registrada. 

Se você já viu por aí algumas fotos de modelos comendo de forma sensual alimentos como banana e salsichas ou até cuspindo e babando um líquido espesso e branco, você provavelmente viu as fotografias das séries Consumer Art e Post-Consumer Art (1972-1975). As fotos contém, propositalmente, um erotismo e uma sexualização que colocam a mulher em uma posição que ela não ocupava na época e lhe conferem uma liberdade estranha para aquele momento. Essas fotografias chegaram até mesmo a serem tidas como um “manifesto feminista”, mesmo se a própria artista que as produziu as considerasse mais como “uma manifestação do sentido da vida e da vitalidade”. 

Entretanto, em 1978 a artista passa por uma experiência que ela descreveu com uma “quase-morte” quando ela precisou se submeter a uma cirurgia em função de uma doença que ela não gosta de nomear. Esta experiência transformou a forma como Nalia enxergava o mundo, o que, é claro, foi refletido em sua arte. A partir deste momento, sua produção passa a ser marcada por um imaginário sombrio que remete à morte e ao sobrenatural. Em séries como “Destruction” as imagens são mórbidas e incômodas. Posteriormente, a artista também passa a incluir referências à mitologia germânica como por exemplo no tríptico de fotografia Transfiguration of Odin (Transfiguração de Odin), de 2009. 

Natalia LL faleceu no último dia 12 de agosto, conforme foi comunicado nas redes sociais da artista. Apesar de ser relativamente desconhecida, LL é um dos maiores nomes da arte conceitual dos anos 1970 e seu trabalho influenciou muitos outros artistas. Em 2014, na 14ª edição da Documenta de Kassel, na Alemanha,  o artista israelense Roee Rosen apresentou um curta-metragem de 23 minutos intitulado The Dust Channel durante o qual faz uma referência bastante clara à obra de Natalia. O filme retrata pessoas desempenhando tarefas cotidianas, mas com um olhar especial à forma e à sexualidade inerente ao ser humano. Em um dos trechos uma menina escova os dentes e o plano enquadra somente sua boca que, coberta pela espuma da pasta de dente, se assemelha com as fotografias de Natalia, da série Consumer Art.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
pt_BR