SFMOMA vende Rothko e adquire obra de Lygia Clark

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O museu de arte moderna de São Francisco, na Califórnia, vendeu uma das pinturas de sua coleção para diversificar as obras e os artistas que fazem parte de seu acervo. Leiloada por mais de 50 milhões de dólares, a obra de Rothko serviu para financiar a aquisição de 11 novos trabalhos de 10 artistas, incluindo uma obra da brasileira Lygia Clark. O esforço da instituição visa contemplar artistas do pós guerra que integrem minorias étnicas e de gênero, além de nome que venham da América Latina. Outras obras incluem uma pintura de Lenora Carrington, surrealista britânica que integrou o grupo de artistas que se formou em torno de Frida Kahlo no México, e mais contemporâneas como Rebecca Belmore e Barry McGee.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
pt_BR