SFMOMA vende Rothko e adquire obra de Lygia Clark

O museu de arte moderna de São Francisco, na Califórnia, vendeu uma das pinturas de sua coleção para diversificar as obras e os artistas que fazem parte de seu acervo. Leiloada por mais de 50 milhões de dólares, a obra de Rothko serviu para financiar a aquisição de 11 novos trabalhos de 10 artistas, incluindo uma obra da brasileira Lygia Clark. O esforço da instituição visa contemplar artistas do pós guerra que integrem minorias étnicas e de gênero, além de nome que venham da América Latina. Outras obras incluem uma pintura de Lenora Carrington, surrealista britânica que integrou o grupo de artistas que se formou em torno de Frida Kahlo no México, e mais contemporâneas como Rebecca Belmore e Barry McGee.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *