Steve McQueen lançará Small Axe no Festival de Cinema de Nova York

O primeiro trabalho do artista para a televisão aponta para histórias reais de comunidade negra inglesa entre 1969 e 1982

Conhecido por criar alguns dos mais inovadores trabalhos com imagens em movimento, projetados nas melhores galerias e museus do mundo, Steve McQueen também assinou alguns dos filmes mais aclamados pelos críticos do cinema – pense em Hunger (2008), Shame (2010), 12 Anos de Escravidão (2013) e Widows (2018). Setembro de 2020 será marcado pela estreia do artista e cineasta inglês na televisão: McQueen escreveu e dirigiu Small Axe, uma minissérie baseada em experiências fatos reais vividos pela comunidade negra em Londres entre 1969 e 1982. A antologia será composta por cinco filmes que irão mostrar diferentes histórias de vidas moldadas pela força de vontade, apesar do racismo e da discriminação galopantes. Small Axe faz referência à música homônima de Bob Marley que diz: Porque gabam-se, oh homens perversos; Brincando de serem espertos e não sendo inteligentes?; Se você é a grande árvore; Nós somos o pequeno machado; Afiados para derrubá-los; Preparados para derrubá-los. 

Cena de Small Axe, série escrita e dirigida por Steve McQueen

Lovers Rock, primeira parte da antologia, foi escrito em parceria com o jamaicano Courttia Newland e conta uma história fictícia de amor e música em uma festa de blues no início dos anos 1980. Mangrove, segundo filme regidigo com Alastair Siddons, levará para as telas de sua casa a verdadeira história do Mangrove 9, um grupo de ativistas negros que entraram em confronto com a polícia de Londres durante uma marcha de protesto em 1970.Todos os ativistas enfrentaram um julgamento altamente divulgado no período, mas exigiram que todos os jurados fossem negros. Este foi o primeiro reconhecimento judicial de comportamento motivado por ódio racial na Inglaterra. Letitia Wright, de Pantera Negra, encarna  o papel de Altheia Jones-LeCointe no filme de McQueen, uma das líderes do British Black Panther Movement. “Este ano faz 50 anos desde a marcha Mangrove, que levou à prisão de nove mulheres e homens negros inocentes ”, disse McQueen em um comunicado. “O filme comemora a bravura desses ativistas comunitários e dos nove que foram absolvidos de incitação ao motim com o juiz, citando ‘evidências de ódio racial'”, completa o artista. 

Cena de Small Axe, série escrita e dirigida por Steve McQueen

Red, White and Blue , terceiro capítulo também escrito com Newland, destaca a verdadeira história de Leroy Logan, que viu seu pai ser agredido por dois policiais, motivando-o a ingressar na Polícia Metropolitana e mudar suas atitudes racistas por dentro. 

Steve McQueen_Small Axe

Estes três primeiros episódios abrirão o 58º Festival de Cinema de Nova York no dia 25 de setembro e serão transmitidos pela BBC One e Amazon Prime Video. O festival acontecerá, este ano, em projeções externas e online. Para isso, o Film at Lincoln Center fez parcerias com instituições artísticas e culturais de toda a cidade para compartilhar filmes em drive-ins: o Queens Drive-In no Flushing Meadows Corona Park: o New York Hall of Science; o Museum of the Moving Image; e o Brooklyn Drive-In no The Brooklyn Army Terminal. Tudo para explorar o poder do cinema para a construção de uma comunidade com mais empatia, consciência e união em tempos tão difíceis. Para conferir toda a programação do Festival de Cinema de Nova York, entre aqui. O filme também foi selecionado pelo Festival de Cannes. 

McQueen tem feito importantes obras de arte de imagens em movimento desde os anos 1990 e, com eles, ganhou o Turner Prize de 1999.  São vídeos que empregam tomadas longas e enfocam noções de perigo e precariedade. A maioria deles está, hoje, em uma bela retrospectiva na Tate Modern.

Steve McQueen_Small Axe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *