Supremacia humana: o projeto falido 

Casa do Povo, São Paulo

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

Supremacia humana: o projeto falido é uma instalação site-specific pensada como oferenda para a Casa do Povo. O trabalho de Daniel Lie acontece de 10 de agosto a 28 de setembro, nas duas extremidades do prédio: no subsolo onde fica o antigo teatro TAIB, hoje desativado, e no terraço, espaço onde diferentes usos acontecem diariamente.

A convite da Casa do Povo para pensar um projeto relacionado ao jardim processo, Daniel Lie coloca em questão a supremacia humana e o jardim como estrutura de colonização, dependência e dominação. O trabalho tem como protagonistas seres além-de-humanos, como fungos e bactérias, que se multiplicam e se transformam no decorrer da exposição. Partindo da ideia da Casa do Povo como ecossistema, cuja atuação sugere consciência própria, a artiste entende a pluralidade de vidas que constituem esse “povo” como existências que incluem também além do humano.

Pensando a instalação como alimento energético para o que não se vê, Daniel Lie reivindica outras lógicas de cooperação entre agentes naturais como base fundante para o jardim em processo.

Supremacia humana: o projeto falido 
Abertura: 10/08/19
Visitação: até 28/09/10; terça a sábado, 14h-19h
Casa do Povo: Rua Três Rios, 252, São Paulo. Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support