Talismans

Fondation Calouste Gulbenkian – Délégation en France, Paris

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O projeto Talismans. The desert between us is only sand (Talismãs. O deserto entre nós é apenas areia), apresentado na delegação francesa da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris, ganha corpo em forma de exposição e de palestras, performances e projeções. A curadora Sarina Basta parte de três temas principais (a impossibilidade de mensurar o tempo depois de uma crise, a reparação e o talismã) para discutir a ideia de que o apocalipse está logo atrás de nós, como preconizado pelo xamã Yanomami Davi Kopenawa. Essa iminência apocalíptica confronta noções de colapso interno com a história de povos que precisaram superar desastres. Nesse contexto, a imagem do talismã serve de pretexto para assumir um objeto tradicionalmente alheio à cultura ocidental como base de reflexões e questionamentos sobre a arte. Entre os artistas da mostra estão nomes importantes como Leonor Antunes, Kader Attia, On Kawara, Cildo Meireles e Lawrence Weiner. Artistas da performance, como Maria Hassabi, e da videoarte, como Pedro Neves Marques, participam da programação de eventos da exposição.

“Talismans. The desert between is only sand”
Curadoria:
Sarina Basta
Visitação: até 1 de julho 2018; segunda, quarta, quinta e sexta, 9-18h; sábado, domingo e feriados, 11-18h
Fondation Calouste Gulbenkian – Délégation en France: 39, bd de La Tour-Maubourg, Paris. Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support