Tinko Czetwertynski, novo artista representado pela Martha Pagy escritório de Arte, e em sua primeira individual no Rio, apresenta fotografias de folhagens tropicais exuberantes em tons de violeta. O título desta série _64T_ vem do nome do filme analógico usado nas fotografias. Sendo à base de tungstênio e já vencido, o processo químico de deterioração  confere ao filme uma cor azul peculiar, com tons de violeta, ‘a cor do divino.’ As plantas, que são o objeto desta série, possuem um ciclo próprio de deterioração, tal como a química do filme. Juntos, o filme e as plantas fazem-nos lembrar do ciclo da vida e de sua beleza e falam da passagem do tempo e de suas marcas. A exposição abre ao público dia 27/11/19 e vai até dia 20/02/2020, com visitas apenas sob agendamento.

Tinko Czetwertynski: 64T
Abertura: 27/11/19;
Visitação: até 20/02/2020; visita sob agendamento pelo +55 21 98141-3234 ou
marthapagy.escritoriodearte@gmail.com
Martha Pagy Escritório de Arte