Durante a feira Frieze, Nova York oferece atrações sensacionais por todos os seus 5 distritos, mas nada se compara ao hub de galerias, Chelsea, um dos bairros mais interessantes e descolados para quem quer ver boas exposições, conhecer novos artistas e descobrir marcos históricos. Aqui reunimos um roteiro especial para quem quer explorar a cena artística da cidade fugindo das obviedades.

Selecionamos 4 galerias menos conhecidas do grande público, e também 4 espaços independentes com programações imperdíveis! Essas são paradas obrigatórias – para além das gigantes Gagosian, Pace e Lisson – que merecem uma visita antes, durante e depois do período da feira.

Galerias

Fergus McCaffrey
Fundada em 2006, a Fergus McCaffrey é uma galeria reconhecida internacionalmente por seu papel fundamental na divulgação de artistas japoneses pós-II Guerra Mundial. A galeria foi responsável por introduzir ao ocidente ou ampliar o acesso a importantes nomes da arte japonesa, especialmente o grupo Gutai, agora com uma grande mostra em cartaz.

303 Gallery
A 303 Gallery, fundada em 1984 por Lisa Spellman, já organizou exposições importantes de Christopher Wool, Robert Gober, Vito Acconci, Andreas Gursky, Larry Johnson e Rirkrit Tiravanija. A galeria representa artistas de peso, como Hans-Peter Feldmann, Rodney Graham e Collier Schorr. Até o dia 25/05 é possível ver a instalação “New Era“, de Doug Aitken. O vídeo trata do inventor do celular, Martin Cooper, hoje com 89 anos, e suas considerações sobre o futuro. A obra explora a ambivalência tecnológica da cultura contemporânea, levantando questões filosóficas sobre os desafios do acesso imediato à informação.

Matthew Marks
“Charles Ray – Three rooms and the repair annex” está em cartaz na Matthew Marks a partir do dia 03/05/18, apresentando cinco esculturas inéditas do artista californiano. A galeria possui dois espaços contíguos, anexos: no primeiro, Ray dividiu a sala em três partes, instalando uma peça em cada segmento; no segundo, o artista apresenta duas pequenas esculturas – a mesma figura em poses diferentes.

Tyler Rollins Fine Art
A galeria é dedicada a exposições individuais de grandes artistas do sudeste asiático e Austrália – é a única nos Estados Unidos cujo foco primário reside na produção vanguardista dessas regiões. Entre os artistas representados pela Tyler Rollins estão Manuel Ocampo, Tiffany Chung e Sopheap Pich, e atualmente Tracey Moffat apresenta sua terceira exposição individual no espaço, “Vigils“, até 02/06/18. A mostra traz uma série fotográfica de grande escala, “Body Remembers” e o vídeo “Vigil”. Entre junho e julho a artista apresenta a segunda parte do projeto, “The Travellers”, trazendo novas obras em fotografia e vídeo.

Espaços Independentes

The Kitchen
The Kitchen é um dos mais antigos espaços independentes de Nova York, expondo e apresentando artistas emergentes e estabelecidos. Até 12/05/18 é possível conferir duas instalações do artista Charles Atlas, um dos destaques da última Bienal de Veneza (2017). “2003 associa retratos em vídeo de artistas que vivem em Nova York com excertos de programas de televisão daquele mesmo ano. Já “The Years” é uma meditação sobre o trabalho do artista em um futuro desconhecido. Em paralelo, o artista também promove a série de performances “The Kitchen Follies“. Diversos artistas escolhidos por Atlas encenam performances, peças e coreografias que são filmados ao vivo pelo artista, manipuladas e projetadas em tempo real.

The Walther Collection Project Space New York
A Walther Collection é uma organização privada, sem fins lucrativos, dedicada à pesquisa, coleção e publicação da produção contemporânea em fotografia e vídeo. A coleção possui um espaço em Neu-Ulm, Alemanha, e o Project Space de Nova York. A mostra “Mistaken Identities: Images of Gender and Transformation”, em cartaz até 30/06/18, examina como a representação fotográfica pode reforçar ou subverter os papeis de gênero e sexualidade.

International Print Center New York
Fundada em 2000, International Print Center New York (IPCNY) é uma instituição dedicada a apresentações inovadoras da gravura por artistas americanos e internacionais, emergentes e estabelecidos. Em cartaz até 14/06/18, a exposição “Paper/Print: American Hand Papermaking, 1960S to Today” traça a revolução do papel feito à mão na gravura. A mostra reúne os melhores e mais raros exemplos de obras bidimensionais, livros de artistas e múltiplos em papel, contando as indissociáveis histórias da gravação e da produção de papel, de artistas como Mel Bochner, David Hockney, Louise Nevelson, Robert Rauschenberg e Richard Tuttle, entre muitos outros.

Joseph Beuys, 7000 Oaks
O projeto “7000 Eichen” (7000 Oaks), de Joseph Beuys, teve início em 1982, na Documenta 7, exposição de arte contemporânea realizada a cada 5 anos em Kassel, Alemanha. O artista planejava plantar 7 mil árvores junto a colunas de pedra basalto de 1.2 metros de altura. Com apoio da Dia Art Foundation, o projeto foi realizado por meio da “Free International University”, levando 5 anos para ser finalizado – a última árvore foi plantada na abertura da Documenta 8, em 1987. Beuys pretendia que esse fosse o primeiro passo de um plano global para despertar mudanças sociais e ambientais. Em 1988, a Dia instalou cinco colunas de basalto ao lado de 5 árvores na altura do número 548 da 22nd Street, expandindo “7000 Oaks” para Nova York. Em 1996, a instalação cresceu ainda mais, com 25 novas árvores e pedras ao longo da West 22nd Street, entre a 10a. e a 11a. avenida.

PARA NÃO SE PERDER (e a entrada é gratuita em todos os espaços!)

303 Gallery: 555 West 21st Street; terça a sábado, 10h-18h

Fergus McCaffrey: 514 West 26th Street; terça a sábado, 10h-18h

International Print Center New York: 508 West 26th Street; terça a sábado, 11h-18h

Joseph Beuys, 7000 Oaks: West 22nd Street, entre 10a e 11a avenidas (obra pública)

The Kitchen: 512 West 19th Street; terça a sábado, 11h-18h

Matthew Marks: 523 West 24 Street; terça a sábado, 10h-18h

Tyler Rollins Fine Art: 529 West 20th Street; terça a sábado, 10h-18h

The Walther Collection Project Space: 526 West 26th Street, Suite 718; terça a sábado, 12h-18h