O Egito está tomando providências legais para bloquear a venda de um artefato de mais de 3 mil anos de idade. A peça é uma estátua de pedra do deus Amen com os traços do faraó Tutankhamen, leiloada pela Christie’s de Londres por £4.75 milhões de libras. O país anunciou que planeja entrar com um processo de repatriação do item, que provavelmente foi saqueado ilegalmente do templo Karnak na década de 1970. Nos últimos anos temos visto diversos países exigindo a devolução, repatriação e reparação por itens roubados e contrabandeados ao longo da história de exploração de regiões como Oriente Médio, Mediterrâneo e África. (via ArtnetNews).

Compartilhar