Galeria Superfície apresenta a exposição “Novos Meios e Conceitualismo nos Anos 70”. A mostra coletiva conta com trabalhos de Neide Sá, Falves Silva, Edgar Antonio Vigo, Cildo Meireles, Waltercio Caldas, Vera Chaves Barcellos, Paulo Bruscky, Jota Medeiros, Regina Silveira, Lotus Lobo, Anna Bella Geiger, incluindo a importante obra “Identidade do Artista” de Angelo de Aquino, entre outros.

Com curadoria de Gustavo Nóbrega e texto de Glória Ferreira, as obras selecionadas apresentam um pequeno panorama da arte conceitual dos anos 70. Estarão em exibição trabalhos em arte xérox, arte postal, vídeo, fotografia, obras sonoras, heliografia, arte computador, livros de artista e etc, obras que representam um fragmento da profusão de novas linguagens utilizadas pelos artistas do período, deixando evidente a maneira como esta experimentação das mídias artísticas cunhou um novo leque de linguagens que se faz presente até hoje na arte contemporânea.

A produção dos artistas exibidos em “Novos Meios e Conceitualismo nos Anos 70” foi alvo, em seu surgimento, de diversas exposições organizadas pelo consagrado crítico de arte Walter Zanini. Grande incentivador do experimentalismo, Zanini realizou mostras ousadas e inovadoras, como por exemplo a “I Bienal de Arte Postal”, em 1981. 38 anos depois, um dos setores da mostra na Galeria Superfície será dedicado à mesma Arte Postal, e exibirá rico acervo que documenta a intensa troca ocorrida entre os artistas da época.

 

Novos Meios e Conceitualismo nos Anos 70
Abertura: 02/04, 17h-22h
Visitação: 01/06/19; terça a sexta, 10h-19h; sábado, 11h-17h
Galeria Superfície: Rua Oscar Freire, 240, São Paulo. Entrada gratuita

Compartilhar