O ARTEQUEACONTECE preparou um roteiro especial pela Cidade Maravilhosa, para quem estiver no Rio de Janeiro para visitar a ArtRio (ou não!). O Rio está cheio de exposições exposições imperdíveis que valem a visita, então nós selecionamos as 10 melhores atrações para quem quiser aproveitar essa semana recheada de aberturas e eventos paralelos à feira.

1. EAV Parque Lage

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a exposição “Qualquer Direção Fora do Centro”, de Anna Bella Geiger. A mostra, com curadoria de Ulisses Carrilho, ocupa propositadamente três locais de passagem, tema caro à artista: a entrada do palacete, a galeria que leva ao Salão Nobre e se estende até a galeria do subsolo da EAV Parque Lage, com vídeos, fotografias, gravuras e serigrafias da década de 70, dessa importante artista brasileira. Os trabalhos flexionam as ideias de centro e margem, partindo da história e da geografia brasileiras até a escala espacial, com imagens da superfície lunar.

Abertura: 28/09, 11h
Visitação: até 28/10/18; segunda a quinta, 09h-19h; sexta, sábado e domingo, 09h-17h
EAV Parque Lage: Rua Jardim Botânico, 414. Entrada gratuita

 

2. Casa Museu Eva Klabin

Um dos maiores nomes da arte contemporânea brasileira, o artista Frans Krajcberg é o grande homenageado do projeto “Respiração”, da Casa Museu Eva Klabin, com curadoria de Marcio Doctors. Sete obras, além de fotos e vídeos instalações, intervêm no acervo permanente da casa e estabelecem um paralelo entre a destruição da 2ª Guerra Mundial e a destruição da Natureza, dois momentos marcantes da vida do artista, que faleceu no ano passado, e que foi um ativista das causas ambientais até a morte.

Visitação: até 17/02/18; terça a domingo, 14h-18h
Casa Museu Eva Klabin: Av. Epitácio Pessoa, 2480. Ingressos: R$10 / R$5 (meia)

 

3. Casa Roberto Marinho

A Casa Roberto Marinho tem duas mostras em cartaz para inaugurar seu novo espaço. Primeiro, “Modernos 10, Destaques da Coleção” reúne 124 obras do acervo do jornalista. São dez expoentes da arte moderna brasileira dos anos 1930 e 1940: Tarsila, Segall, Portinari, Pancetti, Nery, Guignard, Djanira, Di Cavalcanti, Dacosta e Burle Marx. Já a exposição “10 Contemporâneos” traz artistas contemporâneos que homenageiam o novo espaço ao criar gravuras sobre o tema “casa”, projeto com curadoria de Lauro Cavalcanti.

Visitação: até 30/10/18; terça-feira a domingo, 12h-18h
Casa Roberto Marinho: R. Cosme Velho, 1105. Ingressos: R$10 / R$5 (meia)

 

4. Instituto Moreira Salles

Em 1999, a casa no bairro da Gávea onde viveram Walther Moreira Salles e sua família tornou-se a sede do Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro. Depois de passar pelo IMS Paulista, a mostra “Seydou Keïta” é apresentada no IMS Rio. A exposição apresenta 130 obras do fotógrafo, considerado um dos precursores dos retratos de estúdio na África. A curadoria é de Jacques Leenhardt, diretor da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris, e Samuel Titan Jr., coordenador executivo cultural do IMS.

Visitação: até 27/01/19; terça a domingo, 11h-20h
IMS Rio: Rua Marquês de São Vicente, 476. Entrada gratuita

 

5. Átomos

Átomos é um espaço de arte autônomo fundado por Manoela Medeiros e Romain Dumesnil. Plataforma híbrida unindo um ateliê e um espaço de experimentação multidisciplinar em práticas artísticas e curatoriais, Átomos tem o objetivo de desenvolver atividades expositivas e performativas. Entre os dias 28 e 30/09, o projeto promove a ocupação “Interstícios”, projeto que tem o intuito de explorar de forma aberta a noção de ‘espaço entre’ e as possibilidades poéticas e políticas que ela sugere, por meio de vídeos, esculturas, pinturas e performances.

Abertura: 28/09, 18h
Visitação: 29 e 30/09, 14-18h
Átomos: Rua Sara, 18, Santo Cristo. Entrada gratuita

 

6. Jacarandá

Jacaranda é uma plataforma multimídia criada para promover e divulgar a arte contemporânea brasileira no circuito internacional de arte. Na sexta feira, dia 28/09, o espaço inaugura a mostra “Mufa Caos”, do artista carioca Barrão, com curadoria de Luiza Mello.

Abertura: 28/09, 18h
Visitação: sem data prevista
Jacarandá: Ladeira da Glória, 26 – Casa 1. Entrada gratuita

 

7. Galeria Athena 

A Athena Contemporânea e a Athena Galeria de Arte decidiram se juntar para compor a Galeria Athena, que agora funciona em uma nova sede, um casarão de 1938, em Botafogo. A fim de abrigar mostras de grandes proporções, foi erguida uma construção moderna no terreno contíguo; o casarão – preservado e restaurado – oferece uma sala de 50 m2 para projetos especiais. Para inaugurar o novo espaço, a galeria apresenta a exposição “Com o ar pesado demais pra respirar”, com curadoria de Lisette Lagnado, que reúne os doze artistas representados pela galeria. Após visita aos ateliês desses artistas, Lagnado incluiu trabalhos históricos na exposição, permitindo adensar e ampliar o debate sobre a produção brasileira dos últimos cinquenta anos.

Visitação: até 24/11/18; segunda a sexta, 11h-19h; sábado, 12h-18h
Galeria Athena: Rua Estácio Coimbra, 50. Entrada gratuita

 

8. MAM Rio

O MAM Rio apresenta “O Ilusionista“, exposição em homenagem a Antonio Dias (1944–2018), um dos mais relevantes artistas brasileiros contemporâneos recentemente falecido no Rio de Janeiro. A urgência de sua produção levou os curadores da mostra, Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes, para caminhos alternativos aos da elaboração de um discurso curatorial fundado em pesquisa histórico-crítica. “O ilusionista” confronta o visitante de maneira direta com a maioria das 62 obras do artista pertencentes às coleções do MAM Rio, produzidas entre 1961 e 1983 (sendo 4 delas não datadas).

Visitação: até 11/11/18; terça a sexta, 12h-18h; sábado e domingo, 11h-18h.
Museu de Arte Moderna (MAM Rio): Av. Infante Dom Henrique 85, Aterro do Flamengo. Ingressos: R$14 (gratuito às quartas).

 

9. Galeria Nara Roesler

A filial da Galeria Nara Roesler no Rio de Janeiro inaugura “Julio Le Parc: obras recentes”, uma homenagem aos 90 anos do artista, completados dia 23 de setembro. A exposição traz pinturas inéditas da série “Alchimie”, uma escultura da série “Torsion” (2004), um móbile da série “Continuel”, e “Alchimie Virtuel”, com tecnologia que permite ao espectador adentrar o universo do artista. A obra, em realidade virtual, atualiza a questão da virtualidade que Le Parc vem explorando há mais de 50 anos.

Abertura: 25/09, 19h
Visitação: até 14/11/18; segunda a sexta, 10h-19h; sábado, 11h-15h
Galeria Nara Roesler: Rua Redentor, 241. Entrada gratuita

 

10. MAR

O Museu de Arte do Rio – MAR apresenta a exposição “ARTE DEMOCRACIA UTOPIA – Quem não luta tá morto“. Com curadoria de Moacir dos Anjos, um dos mais importantes curadores do país, a mostra faz parte do programa de comemoração dos 5 anos da instituição. Sem ter pretensão de apresentar um panorama conclusivo, exposição traz exemplos do pensamento utópico que marca a arte brasileira recente. Trabalhos artísticos realizados em momentos passados também estarão presentes, além de propostas e ações realizadas por grupos comunitários, associações e outras articulações da sociedade civil que visam a construção de estruturas de atuação política e social.

Visitação: até 10/03/19; terça a domingo, 10h-17h
MAR: Praça Mauá, 5, Centro. Ingressos: R$20 / R$10 (meia)